12 Anos de Escravid√£o

Esta história, baseada em fatos reais, apresenta Solomon Northup (Chiwetel Ejiofor), um escravo liberto que é sequestrado em 1841 e forçado por um proprietário de escravos (Michael Fassbender) a trabalhar em uma plantação na região de Louisiana, nos Estados Unidos. Ele é resgatado apenas doze anos mais tarde, por um advogado.
[Sinopse]

No Brasil ele deveria se chamar “Escrava Isaura – 40 anos depois”. Sim, porque n√£o h√° absolutamente nada no filme que um brasileiro de trinta anos n√£o j√° tenha visto na cl√°ssica novela dos anos 70 ou nas suas diversas reapresenta√ß√Ķes (cinco, foi a novela que mais as teve at√© hoje) at√© o inicio da d√©cada de 90. N√£o senti impacto algum, nem no for√ßoso a√ßoite da escrava vivida por Lupita Nyong’o (de longe a melhor coisa do filme),¬†pois j√° tinha visto a tal Escrava Isaura (Luc√©lia Santos) sofrer barbaridades, f√≠sicas e psicol√≥gicas, nas m√£os cru√©is de Le√īncio (Rubens de Falco).

A¬†escravid√£o sempre foi, digamos, um assunto “dif√≠cil” nos¬†Estados Unidos, considerada a verdadeira chaga da sua hist√≥ria. √Č e sempre foi um assunto n√£o muito abordado por l√°. Ainda assim, n√£o foi o primeiro filme que falou de escravid√£o de forma mais aguda, para n√£o ir muito longe, em 2013 houve tamb√©m “Django Livre” onde ainda que o foco n√£o fosse exatamente a escravid√£o, muito dela se mostrou. Tamb√©m houve a s√©rie americana de sucesso “Ra√≠zes”, contempor√Ęnea da nossa “Escrava Isaura”.

Acredito que o hype em torno do filme¬†se deva a uma certa m√° vontade com “Gravidade” e pela coragem de fazer da escravid√£o protagonista de uma hist√≥ria, e n√£o coadjuvante. N√£o √© um filme ruim, mas apesar de importante, n√£o √© filme para Oscar de Melhor Filme, pois √© apenas mediano.¬†Enfim, √© mais conceituado pelo seu tema do que propriamente pela sua (fraca) execu√ß√£o.

Esta entrada foi publicada em Resenhas, Trailer, Video e marcada com a tag , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

*