Quer namorar comigo?

Parece que caiu mesmo em desuso a pergunta: “quer namorar comigo?”. Temos a sensação de que tal abordagem remonta a séculos antes de Cristo. Na real, acho que só ouvíamos esse tipo de pergunta na infância… quando a ingenuidade predominava e ainda acreditávamos que as etapas deveriam ser seguidas à risca. Até pelo fato de que fomos condicionados a pensar que esta era uma fala dos garotos.

Não estou afirmando que nenhum homem faça essa pergunta em tempos atuais, pode existir algum que ainda considere importante a indagação… confesso que acho até bonitinho, quando o rapaz sabe o tom exato de perguntar, sem parecer bobão ou piegas… mas isso é assunto para uma outra hora.

“Sim, eu aceito!”

Esta é mais uma frase obsoleta… não sei se por medo, por insegurança, por falta de amor ou qualquer motivo que seja, mas as mulheres já não respondem tão enfaticamente quando interpeladas sobre o assunto namoro. As respostas variam entre vagos: “vamos nos conhecer primeiro”; assustados: “calma, que assim você me assusta” e duvidosos: “tá… vamos tentar”.

Mas independente de como esse namoro irá começar… se por uma pergunta ou apenas pelo correr dos dias que acabam por transformar a paquera em uma relação séria, você saberá que estará dentro desse lindo balão que te faz flutuar pelos indícios que cercam esta condição…

Namorar é se falar todos os dias e por mais de uma vez;

Namorar é ceder e compartilhar das preferências do outro;

Namorar é beijar na boca agora, sem se preocupar se no outro dia haverá mais beijos… certamente, haverá;

Namorar é saber que tem um abraço te esperando depois de cada tristeza e depois de casa alegria;

Namorar é comprar aquele iogurte que você odeia, pois sabe que ele irá procurar na sua geladeira;

Namorar é fazer planos… para o dia seguinte, para o fim de semana… para tudo;

Namorar é acordar no meio da noite e dá um sorriso satisfeito quando percebe que estão dormindo juntos;

Namorar é odiar quando acaba o final de semana e rezar para chegar logo a quarta-feira, quando o cinema foi marcado;

Namorar é sentir o coração dar pulinhos quando se encontram;

Namorar é, as vezes, não fazer nada e só ficar curtindo a companhia do outro;

Namorar é achar o inverno mais gostoso e menos cinza;

Namorar é simples como pegar na mão, esperar, ajudar a carregar as sacolas, fazer surpresinhas;

Namorar é cumplicidade total e respeito com a individualidade de cada um;

Namorar é sentir um ciuminho bôbo e depois ri de si mesmo;

Namorar é sentir saudade… a quase todo instante;

Namorar é troca de experiências e aprendizado;

Namorar é gostoso como caminhar na praia, é sentir a adrenalina de quem não espera nada e ao mesmo tempo tudo;

Namorar é quase não lembrar de todos esses detalhes e se dá conta de que não existia nada melhor, só depois que o namoro acaba.

Namore…  mas não deixe de valorizar cada instante e lembrar que o momento mais importante de qualquer história, é o que está acontecendo agora!

Feliz dia dos namorados!!!

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

24 respostas a Quer namorar comigo?

  1. Admito: Não perguntei exatamente isso mas cheguei perto -- ou ao menos a versão moderna, para a época, da pergunta.

    Olhei-a no fundo dos olhos, dei meu melhor sorriso a la Humphrey Bogart, meu olhar 46 (43 era pouco) e soltei a célebre pergunta:
    “Que tal trocar seu status de relacionamento no Orkut?”.
    E isso, parece, foi há 30 anos atrás e não 3 e fração, pois não me lembro mais de como era antes disso.

    O resto, é história se fazendo agora.

    Como sempre um excelente post, Liz.

    Um beijo e um ótimo dia dos enamorados pela vida (saída estratégica pela esquerda… ;D )

  2. Janaína Costa disse:

    Oi, tenho um amigo que é seu fã; falou tanto em te que resolvi conferir -- de fato, vc escreve bem. Disse direitinho como era!!ERA, porque olhe…faz séculos que não ‘ouço’ essa frase e confesso, sinto as vezes até saudade!
    Antes os meninos eram mais românticos e menos ‘práticos’!

    Gostei do Blog, parabéns!!

  3. Mimi disse:

    Aiiiiiiiiii ti lindooooooooooooo! Levantei cedinho para me inspirar…..
    Pena que não irei dar o que eu mais queria a uma pessoa, que é meu coração mas aqui no anonimato eu posso falar: Juta eu te amo, namora comigo?
    Beijokasssssss D. Liz!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  4. Samira disse:

    Lindo texto Liz!
    Tem um texto de Artur da Távola que gosto muito, e concordo mais ainda!

    “Quem não tem namorado
    é alguém que tirou férias não remuneradas de si mesmo.
    Namorado é a mais difícil das conquistas.
    Difícil por que namorado de verdade é muito raro.
    Necessita de adivinhação, de pele, de saliva,
    lágrimas, nuvem, quindim, brisa ou filosofia.
    Paquera, gabiru, flerte, caso, transa, envolvimento, até paixão é fácil .
    Mas namorado é mesmo difícil.
    Namorado não precisa ser o mais bonito,
    mas ser aquele a quem quer se proteger
    e quando se chega ao lado dele a gente treme,
    sua frio e quase desmaia, pedindo proteção.
    A proteção dele não precisa ser parruda, decidida ou bandoleira,
    basta um olhar de compreensão ou mesmo de aflição.
    Quem não tem namorado não é quem não tem amor,
    é quem não sabe o gosto de namorar.
    Se você tem três pretendentes , dois paqueras,
    um envolvimento e dois amantes,
    mesmo assim pode não ter um namorado.
    Não tem namorado quem não sabe o gosto de chuva,
    cinema sessão das duas, medo do pai,
    sanduíche de padaria ou drible no trabalho.
    Não tem namorado quem transa sem carinho,
    quem se acaricia sem vontade de virar sorvete
    ou lagartixa e quem ama sem alegria.
    Não tem namorado quem faz pactos de amor apenas com a infelicidade.
    Namorar é fazer pactos com a felicidade ainda que rápida,
    escondida, fugidia ou impossível de durar.
    Não tem namorado quem não sabe o valor de mãos dadas,
    do carinho escondido na hora em que passa o filme,
    de flor catada no muro e entregue de repente,
    de poesia de Fernando Pessoa,
    Vinícius de Moraes ou Chico Buarque lida bem devagar,
    de gargalhadas quando fala junto ou descobre a meia rasgada,
    de ânsia enorme de viajar junto para a Escócia
    ou mesmo metrô, nuvem, cavalo alado,
    tapete mágico ou foguete interplanetário.
    Não tem namorado quem não gosta de dormir agarrado,
    fazer sesta abraçado, fazer compras junto.
    Não tem namorado quem não gosta de falar do próprio amor,
    nem ficar horas e horas olhando o mistério do outro dentro dos olhos dele,
    abobalhados de alegria pela lucidez do amor.
    Não tem namorado quem não redescobre a criança própria e do amado e sai com ela para parques, fliperama,
    beira d´agua, show de Milton Nascimento,
    bosques enluarados, ruas de sonho ou musical do metrô.
    Não tem namorado quem não tem música secreta com ele,
    quem não dedica livros, quem não recorta artigos,
    quem não se chateia com o fato de seu bem ser paquerado.
    Não tem namorado quem ama sem gostar,
    quem gosta sem curtir, quem curte sem se aprofundar.
    Não tem namorado quem nunca sentiu o gosto
    de ser lembrado de repente no fim de semana,
    de madrugada ou no meio dia de sol em plena praia cheia de rivais.
    Não tem namorado quem ama sem se dedicar,
    quem namora sem brincar, quem vive cheio de obrigações,
    quem faz sexo sem esperar o outro ir junto com ele.
    Não tem namorado quem não fala sozinho,
    não ri de si mesmo e quem tem medo de ser afetivo.
    Se você não tem namorado porque não descobriu que o amor é alegre
    e você vive pesando duzentos quilos de grilos e medos,
    ponha a saia mais leve, aquela de chita, e passeie de mãos dadas com o ar.
    Enfeite-se com margaridas e ternuras
    escove a alma com leves fricções de esperança.
    De alma escovada e coração estouvado,
    saia do quintal de si mesmo e descubra o próprio jardim.
    Acorde com gosto de caqui
    e sorria lírios para quem passar debaixo de sua janela.
    Ponha intenções de quermesse em seus olhos
    e beba licor de conto de fadas.
    Ande como se o chão estivesse repleto de sons de flauta
    e do céu descesse uma névoa de borboletas,
    cada qual trazendo uma pérola falante
    a dizer frases sutis e palavras de galanteria.
    Se você não tem namorado é porque ainda não enlouqueceu
    aquele pouquinho necessário a fazer a vida parar
    e de repente começar a fazer sentido.”

  5. Adrielle disse:

    Liz, adorei essa sua postagem!

    Acho que vou mandar pro meu amor….

    Beijos, te adoro demais, amg <3

  6. Paloma disse:

    Ownn q coisa linda!!
    Quem estiver sem namorado e ler esse texto, vai querer chorar…rsrsrs
    Liz, com esse seu dom, fico imaginando o quanto vc capricha no cartão do namorado, hein? Deve ser sucesso…ahahahhaha
    Bjos

  7. Léo Nogueira disse:

    Realmente vc consegue fazer até o mais inveterado dos solteiros ter vontade de namorar heheheheheh
    BEIJO, Lorão

  8. daiane disse:

    OI LIZ,

    Linda postagem … Amo os seus textos.

    Feliz dias dos Namorados !!

    Sucesso Liz

    Bjsss

  9. Capitão disse:

    .

    “Quando você passa eu sinto seu cheiro
    Aguça meu faro e disparo em sua caça, iáiá
    O tempo inteiro a te admirar
    Perco o tino, páro de pensar
    Seguindo seus passos aonde quer que vá

    Quando você passa eu sinto seu cheiro
    Aguça meu faro e disparo em sua caça, iáiá
    O tempo inteiro a te admirar
    Perco o tino, páro de pensar
    Seguindo seus passos aonde quer que vá

    Me abraça e me beija
    Me chama de meu amor
    Me abraça e deseja
    Vem mostrar pra mim o seu calor

    Me abraça e me beija
    Me chama de meu amor
    Me abraça e deseja
    Vem mostrar pra mim o seu calor

    Eu vejo em seus braços
    Um laço perfeito
    Me dá essa chance meu bem, me veste de beijos
    Me dá essa chance meu bem, me cobre de beijos

    Me abraça e me beija
    Me chama de meu amor
    Me abraça e deseja
    Vem mostrar pra mim o seu calor

    Me abraça e me beija
    Me chama de meu amor
    Me abraça e deseja
    Vem mostrar pra mim o seu calor”

    Quem ‘disse’ que ninguém queria dizer nada?…hahaha…Não deu tempo!! O ‘beijo’ falou mais alto!!
    :)

  10. Nanda V. disse:

    Lindo texto, amiga… Você é muito especial.

    Bjs,

    Nanda V.

  11. Amiga
    Esta pergunta realmente tá cada vez mais dificil assim como a resposta tb está rara. Ainda bem que na epoca que estava namorando o meu amor fez esta pegunta! e deu um frio na barriga…uma falta de ar… foi algo inesperado… mas eu disse: sim, eu quero. E casamos…mesmo estando tanto tempo juntos, nesta data tão especial eu gosto de surpreender-lo. Dia dos namorados pra mim é tão importante quanto a data do meu aniversário de casamento. Pq sempre seremos namorados!!!
    “Namorar é…”

    Abçs e bom fim de semana a todos do blog e a vc minha querida amiga enrolada rs.

  12. Larissa disse:

    Liz, que coisa linda. É assim que eu me sinto até hoje com o meu marido. Vc expressou direitinho. Lindo texto. Beijos!

  13. Jacqueline Morais disse:

    Excelente texto Liz,
    adorei de novo, Namorar é entrega sim, e é uma luta boa, ôô luta !!! Beijão

  14. Gabriela Simoes disse:

    Amiga, que texto da zorra é esse?
    MARAVILHOSO!
    Parabéns :)

  15. Jaque. disse:

    Nada melhor do que começar um namoro no dia dos namorados.
    \o/

  16. Paula Az disse:

    Namorar é muito bom! eu e meu marido fazemos isso há 8 anos…estamos casados há 3. Quando começamos a nos conhecer e nos apaixonar ele me pediu em namoro, de uma forma muito linda e romântica. Não é porque somos jovens, de uma nova geração que devemos deixar o romantismo para trás. Seremos sempre namorados, apaixonados e encantados um pelo outro.

  17. Bonitão disse:

    Bem, como todos vcs sabem, eu tomei corretamente o meu bonitol e quem me pediu em namoro foi minha namorada hahaha!!
    Ela nao resistiu aos meus encantos !!

    Bjos lôra

  18. Lory disse:

    Liz, amei seu post!!!

    Meu namorado me pediu em namoro no dia 12/06/11 às 00:03. Ele esperou pacientemente dar 00h pra me perguntar, tdo bem q ele nao usou a famosa frase: Quer namorar comigo? Mas ele foi tãaaao fofo que se eu tinha alguma dúvida qto ao que sentiamos acabou naquele momento. Ele é um grande amigo que se tornou mais que especial.

    Bjão!

  19. Borboleta Peralta disse:

    Concordo em gênero,número e grau com vc Liz e sue ponto de vista.
    Sou visionaria e futuriusta para algun assuntos mais o coração a moda antinga tambem é muito bom aceito todos os tipo de amor mais pra mim particularmente namora é d+,bjoss

  20. juliana disse:

    Amei..
    vc ta me fazendo chorar a cada leituraaaaaaaaaa
    :’(

  21. KARINA disse:

    maike todo que vejo e você nos meus pensamentos nos meus sonhos não posso as viver sem você
    sua boca seu sorriso e tudo perfeito não mudaria nada em você e meu sol de todos os dias minha luz de todas as noites tudo que eu faço penso em você oque eu gosto mais em você seu jeito de sorri seu jeito de fala seu jeito de olhar o jeito que você meche seu boca o jeito que você trota as pessoas um jeito muito especial que só você tem eu já fiz a besteira de perde um pessoas e você sabe quem e esta pessoa né e não vó ti perde pó medo de não você gosta de mim não com você maike te amo e sei que posso ti fazer feliz e só você deixa eu fazer isso

  22. vitoria disse:

    to namorando graça as dicas d vcs obg

  23. filipi disse:

    aiai… to doido para chega naminina<3

  24. eu quero umas dicas de vcs eu to apaixonado por uma menina da catequese mas não sei como pedir ela em namoro o nome dela e Ana Carolina Moreira Abreu

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

*