E você achando que sabe desenhar #2

Hoje vamos babar nos trabalhos incríveis da ilustradora Monica Lee. Ela passa de três a quatro semanas em uma única ilustração que normalmente surgem a partir de fotografias. Não é incrível?

Você pode acompanhar os trabalhos da Monica no facebook ou no Instagram.

Vi AQUI.

 


Publicado em design gráfico, ilustração | Deixar um comentário

Prédio que gira em busca (ou não) do sol

E se os cômodos da sua casa pudessem girar para fugir ou ir em busca do sol no momento em que você desejasse? Este projeto arquitetônico impressionante para um pequeno prédio de três andares prevê um giro de 90 graus ao clicar de um único botão. A promessa é de tirar ou colocar o foco na luminosidade do local no momento oportuno, criando uma funcionalidade incrível ao projeto que foi pensado para um prédio comercial, onde escritórios podem escolher ter ou não a companhia do sol para se trabalhar. Eu, claro, já fiquei imaginando como seria uma realidade dessas em casas residenciais, onde a preocupação com a posição nascente ou poente no momento da compra estaria amenizada. Os arquitetos quase transformaram uma fachada imóvel em um jogo de cubo mágico, onde os quartos podem ser alinhados com a fachada ou podem criar um volume frontal ou perpendicular quando girado. Genial, não acham?



Para conhecer um pouco mais sobre o projeto clique AQUI.

Vi AQUI.


Publicado em arquitetura, decoração, design | 6 comentários

Um exercício de Cooperação Musical em forma de balanço

Balanços fazem parte da infância de todos nós. Mas alguém já tinha imaginado em transformá-los em uma orquestra sintonizada pelos movimentos de vai e vem que fazemos enquanto brincamos?

Este itinerante projeto é criação do estúdio de design Daily tous les jour, com objetivo em fazer um mundo melhor através do design com foco na exploração de experiências coletivas.

A instalação interativa consiste em produzir uma série de oscilações musicais. Quando usados ​​em conjunto, os balanços reverberam oscilações que compõem uma peça musical com melodias que surgem somente através da cooperação. É um jogo em que desde o início você precisa se ajustar às ações dos outros.

Os balanços permitem aos participantes fazer música com seus corpos inteiros, para se ligarem uns aos outros e desenvolverem um senso de propriedade do espaço público por intermédio da música que criam. O resultado é um instrumento coletivo gigante que reúne pessoas de todas as idades e origens.

Nos últimos quatro anos, a instalação tem atraído milhões de fãs à cidade de Montreal no Canadá, onde a cada dia o balanço oscila, em média, 8.500 vezes. Como a ideia é de um projeto itinerante, fiquem atentos para descobrir onde será a próxima aventura musical!

Conheça mais sobre o projeto AQUI.


Publicado em conceito, design, Design Divertido | 3 comentários

Quando a ousadia faz parte do projeto

Você já tinha pensado em um efeito assim para os móveis da sua casa? A primeira palavra que me veio à cabeça ao ver estes móveis do designer italiano Nicolas Conti foi ousadia. Uma harmonia visual misturada com praticidade é ao que me remetem estes móveis que parecem ‘descascar’ como uma folha de papel ao vento. A forma surpreendentemente graciosa reverte uma expectativa que normalmente alguém teria se a ideia fosse somente verbalizada e não demonstrada. O efeito que tinha tudo para soar como desagradável aos olhos ficou extremamente pertinente não só de maneira visual como na funcionalidade divertida e elegante de puxadores naturalmente desenhados na estrutura dos móveis. Os quero em minha casa agora.

Visto AQUI.


Publicado em conceito, decoração, design, moveis, produto | 3 comentários

Um sapato novo a cada salto

Vaidade ou necessidade? As duas coisas. Estes sapatos, de uma grife Parisiense, projetados pela Tanya Heath parecem uma excelente ideia para amenizar um problema enfrentado pela maioria das mulheres: o de sair de casa cedo e muitas vezes ir direto para balada ou para algum compromisso depois do expediente sem escalas em casa. Muitas deixam sapatos reservas no carro, o que ameniza o transtorno de manter um sapato que no final do dia pode virar uma tortura (principalmente os de salto alto), mas nem todas dispõem desta facilidade, então porque não transformar um único sapato em diversos modelos só trocando o salto?

Uma idéia genial e ao mesmo tempo “simples”, um sapato no qual o salto pode ser trocado dando a possibilidade de variação não só na sua altura, mas também no seu estilo. Uma sapatilha pode virar um sapato mais arrumado simplesmente mudando-se o salto. Ao invés de sair de casa calçando uma sapatilha e levar na bolsa o scarpin que será usado na reunião ou à noite, é só levar os saltos. Perfeito para grandes cidades e grandes compromissos. Curti. Agora é esperar chegar por aqui.

Conheça detalhes do projeto e como comprar o produto AQUI.

Este post foi uma sugestão da leitora Brisa Benjamin


Publicado em design, moda, produto | 17 comentários

Tipografia que parece saltar do papel

Experimentos tipográficos do designer gráfico Tolga Girgin. De cair o queixo, não acham?


Vi AQUI.


Publicado em design gráfico | 6 comentários

Efeito de movimento deixa livro infantil ainda mais emocionante e interativo para as crianças

Os designers Megumi Kajiwara & Tathuhiko Nijima aprimoraram uma ideia que vem sendo usada em livros infantis há um bom tempo. São pop ups que surgem no meio das histórias com o objetivo de aguçar a imaginação dos pequenos. Estes volumes recortados sob diversas formas parecem pular diante das crianças trazendo mais graça e dramaticidade às estórias. Usando uma fonte de luz estes pop ups ganharam movimento como se estivessem se mexendo dentro da estória. O efeito foi inspirado em sombras que surgem através da incidência do sol que ao iluminar um lado de algum objeto projeta sua a sombra para o lado oposto (qualquer pessoa atenta pode observar isso). Com uma lanterna real ou virtual a ideia é conseguir fazer este efeito virar parte da estória e criar uma interação imaginativa conforme o desenrolar da narrativa. Fantástico!

Conheça mais do projeto AQUI.


Publicado em design gráfico | 9 comentários

Pequena rede para descansar os pés enquanto trabalhamos sentados

O estúdio de design coreano Connect design teve uma ideia bem…como posso dizer? recheada de baianidade. Na intenção de solucionar um problema comum aos que passam muito tempo sentados e precisam manter os pés apoiados enquanto trabalham, surgiu uma solução pra lá de original. Não acredito que seja novidade pra ninguém que para uma melhor circulação do sangue das pernas é preciso manter os pés suspensos e apoiados, evitando a compressão contínua da parte de trás das coxas. Uns usam banquinhos, outros caixotes e por aí vai, mas pensar em uma pequena rede com regulagem de altura para fazer este trabalho… achei simplesmente genial.

Produto à venda AQUI.


Publicado em design, produto | 17 comentários

Pá inteligente

Quem vive derrubando metade do lixo na hora de descartá-lo (quase todo mundo), vai amar esta ideia do designer Jan Kochanski. O cabo da velha e conhecida pá de lixo acaba de ganhar algumas funções a mais. Além de desempenhar o antigo papel de suporte na hora de transportar a sujeira recolhida, ele vai fazer a função de guardiã da escova (ótimo para ter os dois sempre juntos) e o inédito papel de funil, se transformando em um canal direto entre a sujeira recolhida e o cesto de lixo que irá recebê-la. Genial, não acham? Mas é importante tomar cuidado redobrado com a higiene na hora de manter a pá limpa e sempre pronta para ajudar, já que com este espaço vazado e o lixo passando o tempo inteiro por ele, o acúmulo de sujeira vai aumentar bastante.

Visto AQUI.

 

 


Publicado em Sem categoria | 2 comentários

Arrumando fios em forma de código de barras

O estúdio de design Duncan Shotton criou uma forma bem humorada de deixar seus fios e cabos de aparelhos eletrônicos arrumados. O resultado é uma pequena peça de plástico com cortes estratégicos que não só vai organizar os fios soltos como deixar um códigos de barra na sua mesa de trabalho. O design pode ser divertido, porque não?

Vi AQUI.


Publicado em design, produto | 2 comentários