Que tal dançar enquanto espera o sinal abrir?

Falou em esperar todo mundo fecha a cara e faz o maior bico que consegue para mostrar que n√£o gosta da situa√ß√£o. Mas inevitavelmente esta situa√ß√£o de espera se repete muitas vezes e em v√°rios momentos do nosso dia, seja na fila do banco, no consult√≥rio m√©dico ou no sem√°foro enquanto ele n√£o abre. Ent√£o porque n√£o transformar esses momentos chatos em algo mais divertido? E foi exatamente esta a proposta deste ‘sem√°foro dan√ßarino’ pra l√° de inusitado.

A ideia foi colocar uma cabine na rua para que as pessoas dan√ßassem do seu jeito, enquanto o bonequinho vermelho que indica o sem√°foro fechado pudesse imit√°-los e armazenar estes movimentos espont√Ęneos de dan√ßa. Esta grava√ß√£o na mem√≥ria do aparelho promete avisar de forma inusitada cada vez que o sinal se abre para os carros e impede os pedestres de avan√ßar. O bonequinho vermelho do visor come√ßa a dan√ßar ao som de uma m√ļsica e fica imposs√≠vel passar despercebido pela situa√ß√£o.

Mas será que funciona, como proposto, para alegrar um pouco o dia das pessoas? Aí entra a parte de cada um de como prefere encarar a vida. No vídeo vemos muitos que aderiram à brincadeira e aproveitaram para se divertir, mas alguns preferiram manter o mau humor e continuaram com a cara enfezada. Interessante a forma criativa com que se pode tentar encaram as inevitáveis chatices da vida cotidiana, mas fica claro que sempre parte de nós a maneira de enxergar as coisas, independente de como a situação se apresente.


Publicado em amenidades, humor, reflex√Ķes de uma designer, V√≠deos | 4 coment√°rios

Quando a embalagem faz parte do presente

Todos n√≥s sabemos o quanto crian√ßa √© espont√Ęnea no momento em que ganha um presente. A carinha de satisfa√ß√£o ou n√£o, j√° mostra de imediato se ela gostou de verdade do seu mimo. Com estas embalagens que se transformam em bichinhos fofos, esta tarefa parece ter ficado mais f√°cil, mesmo antes da abertura do pacote. J√° pensou a surpresa da crian√ßada em receber um presente que j√° traz uma carinha simp√°tica de um bichinho logo na embalagem? O perigo √© eles gostarem mais da embalagem que do presente.

Mais informa√ß√Ķes sobre a venda deste produto AQUI.


Publicado em design, embalagens | 4 coment√°rios

Sapateira com prateleiras giratórias independentes

Mesmo para as meninas que não são apaixonadas por sapatos, ter uma maneira mais inteligente de organizá-los dentro do armário é sempre uma boa ideia. Os espaços previstos hoje na maioria dos móveis destinados a eles são pouco funcionais. Muitas vezes eles ficam amontoados ou de forma que a visualização se torna comprometida, e se o escolhido da hora for o que estiver ao fundo da prateleira, aí vira uma bagunça generalizada. Vão acabar esquecidos até a próxima arrumação de armário.

As prateleiras que correm para frente ajudam um pouco mas exigem um recuo maior e com isso mais espa√ßo dispon√≠vel (que n√£o temos), por isso achei a ideia deste m√≥vel bem funcional. Al√©m de m√≥dulos individuais para cada par de sapato, as prateleiras giram de forma independente, com isso os sapatos nunca ficam esquecidos no fundo do arm√°rio e a visualiza√ß√£o fica f√°cil e r√°pida em uma torre que ocupa todo o espa√ßo de forma coesa. O pai da ideia que se auto denomina “Bob, o Construtor” tem um site onde mostra todo o processo de produ√ß√£o do m√≥vel e comercializa o projeto para quem tiver interesse em construir sua pr√≥pria sapateira dentro dos moldes da sua cria√ß√£o. Muito tentador, n√£o acham?

Clique AQUI para conhecer o site do Bob e como ter acesso ao projeto.


Publicado em design, moveis | 6 coment√°rios

Aventuras de viagens transformadas em cen√°rios montados com papel e luz

Viagens são inspiradoras, disso ninguém duvida, mas já tinha imaginado transformá-las em cenários cuidadosamente trabalhados com cortes de papel feitos à mão em caixas escuras e iluminação em LED?

Cada pe√ßa desta cole√ß√£o criada pelo casal Deepti Nair e Harikrishnan √© montada em forma de cenas recortadas em papel e iluminada com tiras de LED dentro de uma caixa escura para ajudar no contraste. Este efeito de meia luz deixa o cen√°rio com um ar rom√Ęntico misterioso, como deve ter sido a viagem do casal, l√≥gico.

Quem gostou do trabalho pode segui-los no instagram.

Vi AQUI


Publicado em arte, design gr√°fico | 5 coment√°rios

Bicicleta à prova de roubos

√Č o que garante este projeto interessant√≠ssimo de¬†tr√™s estudantes de engenharia chilenos e entusiastas deste meio de transporte alternativo: Juan Jos√© Monsalve, Andr√©s Roi e Crist√≥bal Cabello. Eles se uniram para desenvolver a Yerka, uma¬†bike que para ser roubada precisa ser quebrada, ou seja, n√£o vai servir para nada se for levada por algu√©m que n√£o seja o dono.¬†Para isso, a bicicleta usa pe√ßas da pr√≥pria estrutura para manter-se segura e longe dos espertinhos de plant√£o.

O problema da mobilidade urbana √© velho conhecido de todos que moram em grandes cidades do mundo, por√©m iniciativas, aos poucos, est√£o sendo tomadas pelos poderes p√ļblicos que parecem j√° entender a dimens√£o do problema que n√£o pode ser resolvido somente com a constru√ß√£o de novos viadutos. Precisamos, nem que seja de uma pequena revers√£o desse quadro, visando n√£o s√≥ a mobilidade como tamb√©m atitudes sustent√°veis de verdade. Ainda estamos longe de uma solu√ß√£o satisfat√≥ria, mas estamos caminhando aos poucos para uma mudan√ßa gradativa de h√°bito que pode beneficiar gera√ß√Ķes futuras. E projetos como este s√£o cada vez mais festejados para se tornarem realidade o quanto antes. Vejam no v√≠deo abaixo como funciona.

Para saber mais sobre o projeto e clique AQUI.

Vi AQUI.


Publicado em comportamento, conceito, design, produto | 8 coment√°rios

Design para substituir a ajuda masculina

Não é de hoje que rola a brincadeira de que uma casa sem homem é uma casa sem embalagens abertas. Que exagero, não acham meninas? Mas precisamos admitir que algumas embalagens são mesmo quase impossíveis de se abrir sem a força masculina, mas isso não passa de incompetência do designer que as projetaram, concordam? Por isso, para dar uma forcinha a mais na hora de abrir embalagens de refrigerante, quase sempre apertadas demais para a força feminina, o designer Injoon Yang criou um dispositivo semelhante a uma peça de torneira comum que ao ser girada facilita a retirada da tampa das garrafas, quase sempre apertadas demais, pelos homens. O apoio parece maior e o encaixe é feito por uma peça semelhante a uma porca de parafuso que colocada na tampa facilita o giro. Pelo menos no vídeo parece funcionar.

Para saber mais sobre o projeto ou venda do produto AQUI.


Publicado em conceito, design, embalagens, produto | 11 coment√°rios

Tapete dobrado como parte de um projeto multiuso

Parece um tapete dobrado, e é, só que esta dobra tem um objetivo claro, e não é fazer você tropeçar por minuto, aliás o que impulsionou o designer Alessandro Isola a criar este projeto. Esta imensa dobra foi pensada para ser usada como uma mesa de centro e de apoio para revistas, bebidas e tudo o que a sua imaginação permitir.

N√£o sou muito f√£ de mesas de centro, acho meio inc√īmodo um m√≥vel parado no meio da sala esperando sua canela a cada passo, principalmente se as crian√ßas fazerem parte do ambiente, enfim, prefiro os m√≥veis que t√™m uma mobilidade maior e podem ser remanejados de forma sistem√°tica ou conforme a necessidade de uso. Mas confesso que achei muito provocador o projeto do Alessandro, principalmente pelo movimento que ele imp√Ķe ao espa√ßo. Al√©m disso a proposta de trazer duas funcionalidades em um √ļnico projeto quase sempre ganha a minha aten√ß√£o.


Clique AQUI para saber mais sobre vendas e detalhes do projeto.

Vi AQUI.


Publicado em conceito, decoração, design, moveis, produto | 14 comentários

Sof√° sempre combinou com controle remoto, mas n√£o desse jeito.

Deitar no sof√° quase sempre √© sin√īnimo de controle remoto √† m√£o, seja para ver TV ou jogar v√≠deo game, ele √© companheiro insepar√°vel dos amantes desse tradicional m√≥vel com fama de pregui√ßoso. Mas o controle remoto aqui tem a fun√ß√£o um pouco diferente, ele vai guiar o pr√≥prio sof√° como um jogo de video game ao avesso. Divers√£o pura sugerida no projeto de estudantes australianos que montaram um prot√≥tipo e est√£o se divertindo com a brincadeira. Aplica√ß√£o pr√°tica n√£o vejo nenhuma, principalmente se voc√™ n√£o for carregador de sof√°s, mas como a vida n√£o √© s√≥ raz√£o, fico com a divers√£o sugerida por eles de bom grado.

Para conhecer mais o projeto clique AQUI


Publicado em amenidades, conceito, design, moveis, produto | 1 coment√°rio

Um cabide que vale por dois

Este cabide com a capacidade de multiplicar sua funcionalidade parece mesmo ser uma √≥tima ideia para quem tem pouco espa√ßo dentro do arm√°rio, e tamb√©m para as meninas que ganham a oportunidade de pendurar acess√≥rios, como uma echarpe, junto ao figurino completo. Ele ‘guarda’ o dobro da capacidade de um cabide comum ocupando o mesmo espa√ßo no arm√°rio gra√ßas a um mecanismo projetado pelo designer¬†Ivan Zhang, onde se multiplica para baixo.¬†Ele deve saber que mulheres sempre acham que t√™m pouco espa√ßo no arm√°rio, mesmo se ele ocupar uma parede inteira.

Acesse AQUI para conhecer mais sobre o projeto e sobre a venda do produto.

 


Publicado em design, produto | 5 coment√°rios

O que você vê?

N√£o precisa ser fot√≥grafo profissional para saber que o √Ęngulo em uma fotografia √© crucial no momento de mostrar o que se quer, ou enfatizar aquilo que √© preciso enxergar. Foi o que fez a fot√≥grafa Anelia Loubser em seu ensaio “Alienation”. Quando escolheu clicar rostos comuns de forma inusitada ela nos deu um novo √Ęngulo de partes que estamos acostumados a ver, mas de uma forma que nos confundiu, a ponto de achamos que est√°vamos vendo fotos de ‘alien√≠genas’ ou algo do tipo. Nos fez considerar algumas possibilidade antes de saber que s√£o rostos normais de pessoas comuns, por√©m de cabe√ßa para baixo. Simples assim.

E o simples quase sempre traz uma r√°pida reflex√£o de que depende da forma como olhamos para as mesmas coisas para enxergarmos coisas diferentes. N√£o d√° pra inventar a roda todo dia, mas d√° pra fazer coisas iguais de maneiras diferentes e com isso conseguir muitos resultados extraordin√°rios e surpreendentes com o que parece comum e trivial.

Vi AQUI.

 

 

 


Publicado em fotografias, reflex√Ķes de uma designer | 12 coment√°rios