Você é uma marca: saiba valorizá-la

Talvez você nunca tenha parado para pensar, mas temos algumas semelhanças com os produtos e serviços que consumimos no dia a dia: Temos um nome, uma embalagem, atendemos necessidades, somos encontrados em um determinado local, cobramos pelos serviços e fazemos propaganda, divulgando as nossas habilidades e competências profissionais.
 
Semelhante aos produtos e serviços que encontramos nos supermercados, também somos escolhidos pelos nossos clientes pessoas físicas e jurídicas. Com o passar do tempo, corremos o risco de desaparecer do mercado em função da concorrência de outros produtos e serviços mais modernos, eficazes e que satisfazem melhor as necessidades e desejos dos consumidores.
 
Para que um produto continue no mercado, há necessidade de propaganda e que a mesma seja verdadeira. Saiba que uma ótima propaganda destinada a um produto ou serviço ruim, acaba mais rapidamente com ele, pois o cliente compra uma vez e não volta a adquiri-lo.
 
Na sua vida profissional, procure agregar valor às suas habilidades e competências, se diferenciando dos demais concorrentes. Abaixo relacionamos algumas habilidades que podem fazer com que a sua marca profissional seja constantemente valorizada pelo mercado de trabalho:
 
‚ąö Realize as suas atividades com qualidade e com sentimento de perfei√ß√£o;
‚ąö Saiba encantar os seus clientes;
‚ąö Seja um vendedor multim√≠dia (presencial, telefone, internet);
‚ąö Diversifique as suas habilidades e saiba utilizar os meios de comunica√ß√£o;
‚ąö Desenvolva uma vis√£o criativa e a motiva√ß√£o;
‚ąö Saiba comunicar verbalmente e por escrito;
‚ąö Relacione com pessoas e construa a sua rede de contatos.
 
Cada função demanda habilidades específicas. Relacione quais são as mais importantes para você. Não há profissional que consiga ser excelente em todas as habilidades. Identifique os seus pontos fortes e os aprimore cada vez mais. Onde você for mais fraco, busque compensar com as suas habilidades excepcionais.
 
Vivemos num mundo extremamente competitivo! Comece agora mesmo a visualizar-se de modo diferente. Você é um simples funcionário da sua empresa ou é membro de uma equipe?  Você faz falta na sua empresa? As pessoas gostam do seu trabalho? O que você fará, caso a sua função seja incorporada pelas novas tecnologias?
 
O que é marketing pessoal?
 
Conceituamos como marketing pessoal “ o conjunto de habilidades e competências relacionadas à sua inteligência e às habilidades manuais Рcantar, dançar, vender, comunicar, transmitir conhecimentos, destinadas a suprir necessidades e desejos das pessoas.
 
Para ficar mais fácil compreender o que é marketing pessoal, analisemos o caso do professor, pianista, vendedor, advogado, cantor, ator, médico, cientista, entre outros. Esses profissionais possuem conhecimentos e os transformam em habilidades e competências que satisfaçam as necessidades dos seus clientes.
 
Marketing pessoal tamb√©m √© propaganda, √© saber promover a pr√≥pria imagem. Por√©m, n√£o basta apenas saber divulgar a sua imagem pessoal. √Č preciso ser competente, √©tico e corresponder √†s expectativas dos clientes.
 
Assim, √© bom lembrar que construir um marca leva tempo e para ser destru√≠da, bastam alguns minutos. Procure desenvolver compet√™ncias que solidifiquem a sua marca profissional e pessoal. Construa bons relacionamentos, pois a vida √© feita de relacionamentos. Todos os nossos sonhos, atitudes e a√ß√Ķes ter√£o mais significado se forem destinados √†s pessoas e √† melhoria das suas vidas. Reflita sobre isso.


Publicado em Dicas mercado de trabalho | 1 coment√°rio

Você pratica o ócio criativo?

Este é o título do livro (foto) de Domenico de Masi, renomado sociólogo italiano, editado pela Sextante. De forma clara, objetiva e atraente, são abordados temas sobre o futuro do emprego, sociedade pós-industrial, criatividade e globalização.

Perguntado sobre o futuro dos jovens no mercado de trabalho, ele afirmou: ‚Äú As m√°quinas, por mais sofisticadas e inteligentes que sejam, jamais substituir√£o o homem nas atividades criativas… quanto mais conhecimentos o candidato a emprego tiver e for capaz de oferecer servi√ßos do tipo intelectual ‚Äď usando mais a cabe√ßa e menos as m√£os ‚Äď cient√≠fico, art√≠stico, presta√ß√£o de servi√ßos de sa√ļde e educa√ß√£o, entre outros -, ter√£o maiores possibilidades de sucesso profissional‚ÄĚ.

Domenico de Masi enfatiza que muitos dos trabalhadores da Sociedade Industrial, que perderam os seus empregos ou que tinham aspira√ß√Ķes de conseguir vagas, migraram para o teletrabalho (trabalho a dist√Ęncia), a exemplo do que ocorre com as grandes centrais¬† de telemarketing e tamb√©m aos profissionais que atuam em suas pr√≥prias resid√™ncias, quer sejam trabalhando em suas empresas ou em outras.

Sobre o √≥cio, muitas vezes interpretado erroneamente como o ato de n√£o trabalhar, ele explica que o trabalho e o lazer est√£o cada vez mais interligados. Para ele, a produ√ß√£o de novas id√©ias t√™m rela√ß√£o direta com a capacidade de dedicar-se as divers√Ķes individuais e em fam√≠lia ‚Äď ir √† praia, dan√ßar, cantar, assistir a filmes. Segundo De Masi os profissionais est√£o cada vez mais presos entre quatro paredes – escrit√≥rios e linhas de produ√ß√£o -, sendo que a criatividade dificilmente ocorre nesses locais.

Ele afirma que a redu√ß√£o da jornada de trabalho para alguns setores da economia, combinada com outras a√ß√Ķes, podem reduzir o desemprego, notadamente junto aos jovens, que s√£o as pessoas mais afetadas.

Tive o prazer de ler este livro h√° 9 anos e reli agora, fazendo uma compara√ß√£o das suas id√©ias com a proje√ß√£o que ele faz sobre o futuro (ano base 2015), enfatizada no pen√ļltimo cap√≠tulo do livro. √Č impressionante os seus acertos.

√Č um livro acess√≠vel, facilmente encontrado em sebos (www.estantevirtual.com.br) e livrarias. Recomendo aos estudantes e profissionais que queiram entender um pouco mais sobre filosofia e sociologia do trabalho, objetivando enfrentar os atuais e futuros desafios.


Publicado em Dicas mercado de trabalho, ócio criativo | Deixar um comentário

Humildade para aprender com os erros

√Č interessante observar que o n√ļmero de tentativas, erros, fracassos, tem rela√ß√£o direta com o sucesso.¬† Num primeiro momento ficamos lastimando, por√©m, logo percebemos que essas dificuldades se transformam em exerc√≠cios de aprendizagem. Normalmente, as pessoas que mais acertam em suas decis√Ķes s√£o aquelas que t√™m ousadia para arriscar. Ao que tudo indica a maioria teme o erro, o fracasso e tem por h√°bito arriscar menos ou at√© mesmo n√£o faz√™-lo. Quando percebe que algu√©m colocou uma id√©ia que tamb√©m passou pela sua cabe√ßa, fica arrependido de n√£o t√™-la colocada em pr√°tica.

Não adianta fazer as coisas como sempre foram feitas e esperar um resultado diferente. O resultado será sempre o mesmo. Se você plantar banana ou melancia, não espere colher jaca ou laranja.

Devemos analisar e compreender as raz√Ķes dos nossos fracassos e n√£o ficar remoendo, com sentimento de culpa. Vamos concentrar as nossas energias naquilo que ainda est√° por fazer. Temer a cr√≠tica √© normal. Desejar que ela n√£o ocorra, √© imposs√≠vel. As pessoas, infelizmente, est√£o mais preparadas para a cr√≠tica destrutiva do que para elogiar.

Diante de eventuais derrotas, voc√™ deve fazer algumas perguntas: Por qu√™ fracassei? O que de pior pode me acontecer? De quais outras maneiras eu posso obter sucesso? Quem pode me ajudar? Quais li√ß√Ķes posso aprender com os meus erros?
  
A nossa vida √© parecida com uma luta de boxe. Diariamente, de forma consciente ou n√£o, ‚Äúsubimos no ringue da vida‚ÄĚ para derrotar os nossos advers√°rios. Nessa luta constante e √†s vezes cruel e desleal, somos obrigados a beijar a lona. A diferen√ßa entre um fracassado e uma pessoa de sucesso est√° na sua capacidade de levantar e continuar lutando. Semelhante a luta de boxe, a vida tem v√°rios roundes. Perdemos alguns e ganhamos outros.

Para vencermos os obst√°culos, devemos buscar aprender sempre. Normalmente o aprendizado √© feito com base nos erros e acertos, tentativas¬† e mais tentativas. Cultive a humildade e coloque em xeque as suas opini√Ķes, valores e paradigmas, pois talvez esteja na hora de mud√°-los. Quando temos que enfrentar as adversidades √© que percebemos a nossa fortaleza.


Publicado em Dicas mercado de trabalho, Mercado, Oportunidade, Sem categoria | Com a tag | 2 coment√°rios

Walt Disney e a sua miss√£o de vida

Dentro de cada pessoa existe uma necessidade de significado para viver, trabalhar e relacionar. Para alcan√ßar as realiza√ß√Ķes que dar√£o significados,¬† √© necess√°rio muito mais do que esfor√ßo, disciplina e atitude. √Č preciso que cada pessoa identifique a sua miss√£o de vida.¬† Entendo como miss√£o a finalidade ou raz√£o pela qual existimos e de que forma faremos diferen√ßa em nossas vidas e na de outras pessoas.

Lendo um artigo sobre a vida do genial Walt Disney, pude comprovar, mais uma vez,  o quanto é importante apaixonar-se pela escolha da profissão.  Desde cedo, Disney conseguiu identificar a sua missão de vida, cujo propósito era tornar-se artista e usar as suas habilidades e competências profissionais, dentre as quais se destacavam a capacidade para desenhar e, principalmente, a criatividade e a capacidade de fazer parcerias, em prol de um mundo melhor.

Algumas vezes eu comentei neste blog sobre a import√Ęncia do Planejamento de Carreira, onde devem estar bem definidos os objetivos e metas profissionais e pessoais. Parece algo √≥bvio, entretanto, pouqu√≠ssimas pessoas assim o fazem.

Quando identificamos a nossa miss√£o, fica mais f√°cil visualizar as a√ß√Ķes necess√°rias para atingir este prop√≥sito.¬† Vejamos alguns exemplos de miss√£o de vida:

1) Mudar o mundo. Esta √© a mais comum, principalmente quando somos jovens. Se formos capazes de formar parcerias, com dezenas, centenas ou milhares de pessoas, sem d√ļvidas, alcan√ßaremos esta meta.

2) Ajudar as pessoas. Acreditamos que esta seja a essência da nossa vida. Centenas de pessoas se dedicam a usar as suas habilidades para atingir estes objetivos. Isso pode ocorrer de maneira filantrópica ou através de remuneração.
Descubra quais os significados e propósitos que deseja para a sua vida, pois através deles identificará a sua missão.

Voltando a hist√≥ria da vida de Walt Disney, um dos seus prop√≥sitos de vida era fazer as pessoas se divertirem, atrav√©s da cria√ß√£o dos seus personagens. Uma das suas √ļltimas cria√ß√Ķes, hoje denominada de Mundo Disney, ele n√£o pode presenciar, pois faleceu em dezembro de 1966. O seu legado ficar√° para a eternidade.

Guardadas as devidas propor√ß√Ķes entre o g√™nio Disney e n√≥s, pessoas comuns, tamb√©m poderemos deixar a nossa marca no universo, ao descobrirmos o que nos proporciona paix√£o e entusiasmo. Tudo o que fizermos com amor, teremos mais chances de √™xito.


Publicado em Dicas mercado de trabalho, Walt Disney | Deixar um coment√°rio

ABRH realiza Congresso Gest√£o de Pessoas, dias 6 e 7 de outubro

A ABRH Bahia realizará nos dias 6 e 7 de outubro de 2016 a 11ª edição do seu Congresso anual. Neste ano, teremos como tema: O que realmente importa na Gestão de Pessoas.

Estamos construindo um evento que inspire e que provoque ‚Äúo pensar‚ÄĚ em rela√ß√£o a novos modelos para os sistemas de gest√£o de pessoas que hoje predominam nas empresas brasileiras. Um congresso que ofere√ßa um olhar contempor√Ęneo sobre a gera√ß√£o de valor em sistemas humanos, dentro e fora das organiza√ß√Ķes.

Estamos pensando em cada detalhe para incentivar a presença integral do congressista: programação consistente, palestrantes gabaritados, layout confortável, e um conjunto de detalhes que engajem os participantes na experiência do congresso.

Tudo isso para discutir com l√≠deres e profissionais de organiza√ß√Ķes de todos os tipos o que realmente importa na gest√£o de pessoas.

Embarque conosco nesta jornada você também!


Publicado em ABRH Congresso, Sem categoria | Com a tag | Deixar um coment√°rio

Habilidades e competências que podem contribuir para o seu sucesso

Todos n√≥s desejamos ser felizes nas atividades pessoais e profissionais que realizamos. Por outro lado, o sentimento de ser bem-sucedido pode variar de pessoa para pessoa e de acordo com o momento da vida. Relacionamos algumas sugest√Ķes de habilidades e compet√™ncias imprescind√≠veis para a maioria dos profissionais:

‚ąö Comunica√ß√£o verbal, por escrito, sinais e s√≠mbolos. Pense alguns segundos sobre as suas atividades dos √ļltimos dias e tente quantificar o percentual de horas em que fez uso da comunica√ß√£o. Comunicar com clareza e objetividade √© imprescind√≠vel para todo e qualquer profissional. N√£o basta apenas saber comunicar, √© preciso dominar os meios de comunica√ß√£o (reuni√Ķes, internet, televis√£o, r√°dio, jornal, etc.). A depender da sua profiss√£o, voc√™ utilizar√° mais um meio de comunica√ß√£o do que outro. Falar e escrever corretamente s√£o vitais para o sucesso pessoal e profissional. Saiba que cada meio de comunica√ß√£o tem as suas peculiaridades e voc√™ dever√° conhec√™-las, fazendo as adequa√ß√Ķes necess√°rias ao conte√ļdo e a forma das mensagens. A internet tem a sua forma espec√≠fica, uma reuni√£o atrav√©s de videoconfer√™ncia, uma entrevista em TV e em r√°dio e assim por diante.

‚ąö Relacionamento interpessoal. Tudo que fizermos na vida, somente far√° sentido ser for de utilidade para as pessoas. Sendo assim, saber relacionar com elas em muito contribuir√° para que voc√™ seja o escolhido, entre tantos profissionais. Relacionar com pessoas exige observa√ß√£o, toler√Ęncia com as diferen√ßas, humildade, saber falar e, principalmente, saber ouvir. Procure ampliar os seus relacionamentos com pessoas de diferentes perfis e cultive o h√°bito de ser tolerante com aqueles que pensam diferente de voc√™.

‚ąö Atendimento e vendas. H√° muitos profissionais que s√£o competentes e mesmo assim n√£o conseguem sucesso em suas atividades. Entre os principais motivos, est√£o o mau atendimento, dificuldade de comunica√ß√£o e falta de talento para vender os seus produtos e servi√ßos. Para encantar um cliente, al√©m da qualidade dos produtos e servi√ßos que voc√™ vende, demonstre boa vontade para atender, saiba ouvir e fazer as perguntas adequadas. Conhe√ßa as peculiaridades do que voc√™ produz ou vende. Transforme as qualidades em benef√≠cios para os seus consumidores. Transmita credibilidade, seja √©tico e forme a sua carteira de clientes, com nomes, telefones e e-mail para contatos. A melhor propaganda que existe √© a indica√ß√£o dos seus clientes satisfeitos.

‚ąö Negocia√ß√£o. Quase tudo na vida envolve esta habilidade. Saber comprar e vender s√£o imprescind√≠veis para a sua vida pessoal e profissional. Pratique sempre o estilo de negocia√ß√£o ganha x ganha, onde as partes envolvidas – comprador e vendedor – sempre ganham. Embora este estilo seja praticado por uma minoria, ele possibilita que os seus clientes sejam cativados e prefiram fazer neg√≥cios com voc√™ e n√£o com os concorrentes. H√° negocia√ß√Ķes mais simples e que n√£o exigem muita prepara√ß√£o. H√° negocia√ß√Ķes mais complexas e que exigem um bom planejamento. Em qualquer situa√ß√£o, pense sempre com a cabe√ßa e as id√©ias do comprador. Ao elaborar o seu plano de negocia√ß√£o, antecipe as perguntas do seu cliente e proponha alternativas para as situa√ß√Ķes de discord√Ęncias, que normalmente est√£o relacionadas com os pre√ßos e a forma de pagamento dos produtos e servi√ßos.

Assim, não se prenda ao nome da sua profissão ou função que exerce ou pretende exercer. As mudanças continuarão acontecendo, de forma rápida e descontinua. Esteja preparado para estudar, estudar e estudar.


Publicado em Curso, Dicas mercado de trabalho, Mercado, Oportunidade | Com a tag | Deixar um coment√°rio

A arte e a intui√ß√£o para tomar decis√Ķes

A todo instante, de forma consciente ou n√£o, tomamos decis√Ķes que podem nos afetar e tamb√©m √†s demais pessoas, de maneira positiva ou negativamente. Como quase tudo na vida, aprendemos a desenvolver habilidades e compet√™ncias atrav√©s da experimenta√ß√£o. Com o processo decis√≥rio n√£o √© diferente. Aprendemos ‚Äúnatoralmente‚ÄĚ , com erros e acertos, raz√£o e emo√ß√£o, planejamento e caos, ouvindo outras pessoas, intuitivamente, agindo de acordo com a maioria, de forma mais prudente ou arrojada.

Relacionamos algumas sugest√Ķes propostas por l√≠deres empresariais e pessoas an√īnimas, bem como atrav√©s de experi√™ncia pr√≥pria. Analise o que pode ser √ļtil para a sua vida e coloque em pr√°tica as decis√Ķes:

‚ąö Fa√ßa um diagn√≥stico da situa√ß√£o, poss√≠veis oportunidades e amea√ßas se voc√™ decidir ou n√£o tomar nenhuma decis√£o de forma precipitada. O tempo √© um fator importante. Antecipar ou adiar uma decis√£o pode ser algo bom ou ruim;

‚ąö Tenha planos A, B, C ou quantos se fizerem necess√°rios. Tomar decis√Ķes hoje, sem d√ļvida nenhuma, √© mais complexo e pode envolver vari√°veis que voc√™ n√£o controla ou nem sabe quais s√£o. Vivemos uma era de incertezas, modismos e est√≠mulo ao descart√°vel. Separar o ‚Äújoio do trigo‚ÄĚ far√° toda a diferen√ßa;

‚ąö Ou√ßa outras pessoas que j√° tenham vivido situa√ß√Ķes semelhantes ou at√© inexperientes. Temos v√°rias formas de enxergar um mesmo problema e tamb√©m as poss√≠veis solu√ß√Ķes;

‚ąö Quanto mais importante for a participa√ß√£o de outras pessoas na implementa√ß√£o das a√ß√Ķes, mais voc√™ deve buscar o consenso. O l√≠der precisa inspirar confian√ßa e ser coerente com o que diz e faz. Alguns empres√°rios afirmam que decidir √© algo relativamente f√°cil e que dif√≠cil √© convencer as pessoas;

‚ąö Valorize a sua intui√ß√£o, pois talvez ela seja na verdade o resultado de todas as suas experi√™ncias e informa√ß√Ķes acumuladas ao longo da vida. Evite agir por intui√ß√£o, principalmente quando voc√™ assim o faz, em virtude da pregui√ßa de buscar mais informa√ß√Ķes e dar mais um tempo para amadurecer a decis√£o.

Para quem deseja se aprofundar no assunto, recomendamos a leitura do livro Decis√Ķes Vencedoras (foto), de J. Edward Russo & Paul J. H. Schoemaker, Editora Campus.

Por √ļltimo, saiba que n√£o h√° ‚Äúreceita‚ÄĚ infal√≠vel para tomar decis√Ķes corretas. Esteja preparado para os fracassos e erros, porque eles acontecer√£o. O mais importante quando este momento ocorrer, √© fazer a seguinte pergunta: – O que posso aprender com os meus erros? A maneira como cada um decide depende da sua personalidade, n√≠vel de poder e as circunst√Ęncias do momento.


Publicado em Curso, Dicas mercado de trabalho, Mercado, Oportunidade | Com a tag | 1 coment√°rio

Casa+Fácil abre vagas de emprego em Jequié

Os interessados deverão encaminhar o currículo através do site www.casamaisfacil.com.br link trabalhe conosco.


Publicado em Casa+ Fácil; Jequié | Com a tag | Deixar um comentário

O mercado de trabalho e as gera√ß√Ķes Baby Boomer, X, Y e Z

Em novembro de 2010 a TV Globo exibiu no Jornal da Noite, uma s√©rie de reportagens sobre as diferentes gera√ß√Ķes de profissionais, os seus conflitos, aprendizados e como todos podem crescer juntos.

Geração Baby Boomers

A descri√ß√£o mais simples da gera√ß√£o Baby Boomer √© aquela que compreende pessoas que nasceram nos Estados Unidos entre 1946 e 1964. Entretanto, com freq√ľ√™ncia elas s√£o divididas em dois grupos distintos: aqueles que nasceram entre 1946 e 1954 (geralmente chamados de Primeiros Boomers) e os nascidos entre 1955 e 1964.

Esse termo foi denominado, em função da grande quantidade de bebês nascidos nos Estados Unidos, ao final da Segunda Guerra, após o retorno dos soldados americanos.
As principais caracter√≠sticas desses profissionais s√£o: busca da seguran√ßa, fideliza√ß√£o √† empresa, respeito √† hierarquia e o cumprimento do dever e ‚Äúvestir a camisa da empresa.‚ÄĚ, eram ou s√£o alguns dos seus valores.

Geração X

Tamb√©m abreviado como Gen X, √© o termo que refere-se a gera√ß√£o nascida ap√≥s o “Baby boom”. Embora n√£o haja acordo em rela√ß√£o ao per√≠odo que a express√£o abrange, ela geralmente inclui as pessoas nascidas a partir do in√≠cio dos anos 1960 at√© o final dos anos 1970, podendo alcan√ßar o in√≠cio dos anos 1980, sem contudo ultrapassar 1982.

As suas principais características no ambiente corporativo são: desejo de fazer atividades diferentes e não as mesmas coisas todos os dias. Gosta de desafios e oportunidades. Valoriza o crescimento, aprendizado, títulos acadêmicos e novas habilidades.

Geração Y

Também chamada Geração do milênio ou Geração da Internet é um conceito em Sociologia que se refere, segundo alguns autores, aos nascidos após 1980 e, segundo outros, de meados da década de 1970 até meados da década de 1990, sendo sucedida pela Geração Z.

Os profissionais dessa gera√ß√£o nasceram vivendo em a√ß√£o, estimulados por m√ļltiplas tarefas e atividades. Acostumados a conseguirem o que querem, n√£o se sujeitam √†s tarefas subalternas de in√≠cio de carreira e lutam por sal√°rios ambiciosos desde cedo.

Geração Z

√Č a defini√ß√£o sociol√≥gica para designar a gera√ß√£o de pessoas nascidas na segunda metade da d√©cada de 90 e nos anos 2000.
As pessoas da Geração Z são conhecidas por serem nativas digitais, estando muito familiarizadas com a Internet, YouTube, Google, telefones móveis e mp3 players. São pessoas extremamente conectadas ao mundo digital.
Essa geração está chegando agora ao mercado de trabalho e pouco se conhece como será o seu comportamento.

Sugerimos que voc√™ assista a todas as reportagens veiculadas no Jornal da Noite e tire as suas pr√≥prias conclus√Ķes. Analise as vantagens e desvantagens de cada gera√ß√£o e o que pode aprender com cada uma delas.


Publicado em Dicas mercado de trabalho, Mercado, Oportunidade | Deixar um coment√°rio

Emprego e leitura: parceria de sucesso

Todos sabemos que a comunica√ß√£o √© uma habilidade imprescind√≠vel para a nossa vida profissional e pessoal. Como sabiamente afirmou Abelardo Barbosa ‚Äď Chacrinha – ‚Äúquem n√£o se comunica, se trumbica‚ÄĚ. Para aprimorar essa habilidade, √© fundamental o h√°bito da leitura.
 
A internet vem se tornando o mais importante meio de comunica√ß√£o e de aprendizagem desse s√©culo, pois ela contempla todos os outros meios, a exemplo da televis√£o, cinema, jornal, revista, m√ļsica e bate papo on line.

Para tirarmos proveito dessa grande invenção, devemos aprimorar a nossa capacidade de ler, escrever e comunicar verbal e corporalmente.

Relacionamos algumas sugest√Ķes para estimular a sua leitura e a dos seus familiares:

‚Äʬ†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬† D√™ prefer√™ncia aos hor√°rios em que voc√™ estiver mais descansado e com a maior capacidade de concentra√ß√£o;

‚Äʬ†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬† Escolha um local confort√°vel, com boa ilumina√ß√£o e o maior sil√™ncio poss√≠vel (algumas pessoas conseguem ler com fundo musical);

‚Äʬ†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬† Ao ler uma quantidade muito grande de p√°ginas, fa√ßa uma primeira leitura de maneira superficial, assinalando os temas mais importantes.¬† Em seguida, leia com mais aten√ß√£o os temas escolhidos;

‚Äʬ†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬† Concentre nas frases e n√£o em palavras, assinalando aquelas que n√£o compreendeu, para posterior consulta ao dicion√°rio;

‚Äʬ†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬† Ao ler, evite mexer os l√°bios e¬† a cabe√ßa. Entretanto, de vez em quando utilize a leitura em voz alta e analise se facilita a compreens√£o dos assuntos;

‚Äʬ†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬† Fa√ßa com que os seus olhos se movam constantemente para frente e evite que os mesmos retrocedam na leitura. Prossiga, mesmo que n√£o tenha compreendido algumas palavras. L√° na frente entender√° o contexto em que elas foram empregadas;

‚Äʬ†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬† Se voc√™ n√£o tem h√°bito de leitura, seja persistente e n√£o desanime;

‚Äʬ†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬† Caso tenha filhos pequenos, leia estorinhas infantis, valorizando o tom de voz, o ritmo e volumes adequados.

            Analise a sua leitura

1.      Você costuma ler quantos livros por mês?

2.       Lê jornais e revistas semanais?

3.       Tem assinatura compartilhada de revistas e jornais?

4.       Já experimentou contar quantas palavras lê por minuto?

5.       Como você lê? sentado? deitado? com fundo musical?

6.       Visita livrarias e sebos de livros usados?

7.       O que você pode fazer para ler mais e melhor?

Mais do que nunca, informação é poder! Somente a leitura é capaz de ampliar o vocabulário e favorecer uma análise crítica das mensagens que transmitimos e as que recebemos.


Publicado em Dicas mercado de trabalho, Mercado, Oportunidade | Deixar um coment√°rio