A Rainha Elizabeth II como você nunca viu

Em 21 de abril de 1926, nasceu em Londres a futura rainha da Inglaterra: Elizabeth Alexandra Mary. Apesar de pertencer a fam√≠lia real o t√≠tulo de rainha era bem improv√°vel pois, apesar de ser neta do rei era a terceira na linha de sucess√£o. Antes dela havia o filho mais velho do rei – seu tio Edward – e ap√≥s ele tinha seu pai e s√≥ depois vinha Elizabeth. O que dificultava ainda mais sua chegada ao patamar de rainha era a possibilidade do seu tio Edward casar-se e a linha de sucess√£o mudar pertencendo aos seus herdeiros. Por isso mesmo sua vida n√£o despertava tanto interesse do p√ļblico mas mesmo assim a jovem princesa foi educada em casa onde aprendeu hist√≥ria e idiomas mas sua m√£e sonhava que um dia ela poderia frequentar uma boa escola p√ļblica. Por conta das viagens que seus pais precisavam fazer, Elizabeth passava muito tempo com os av√≥s por quem desenvolveu grande apego e inclusive era muito mimada pelo rei que chegava a andar de quatro como um cavalo para poder brincar com a menina.

O Rei faleceu em 1936 e o tio de Elizabeth assume o trono sem imaginar que um grande problema estava por vir. Edward estava completamente apaixonado por uma americana divorciada ( Wallis Simpson) o que gerou uma crise constitucional pois a família real não aceitava este casamento. Por conta disso, Edward preferiu abdicar do trono e o título de rei foi para seu irmão e pai de Elizabeth, George.

Em fevereiro de¬† 1945, Elizabeth – j√° com o t√≠tulo de Sua Alteza Real – ingressou no Servi√ßo Territorial Auxiliar da Mulheres onde foi treinada como motorista, chegando a dirigir um caminh√£o militar e tamb√©m como mec√Ęnica. Elizabeth √© a √ļtlima chefe de estado ainda viva¬† a servir uniformizada durante a Segunda Guerra.

Elizabeth conheceu Philip quando ainda era muito jovem e no per√≠odo em que frequentavam a escola naval se apaixonou por ele aos 13 anos. O casal se correspondia por cartas e quando ficaram mais velhos queriam assumir o relacionamento que n√£o era bem visto pela fam√≠lia dela. Para poder se casar com Elizabeth, Philip enfrentou a resist√™ncia da fam√≠lia real pois al√©m de n√£o ter o suporte financeiro necess√°rio, era estrangeiro e sua irm√£ casou-se com um nobre alem√£o que tinha suspostas liga√ß√Ķes com os nazistas. Em 1952, com o falecimendo do rei, Elizabeth recebeu o t√≠tulo de Rainha Elizabeth e seu marido Duque de Edimburgo passando a morar no Pal√°cio de Buckingham.

No meio a um per√≠odo turbulento onde a validade da monarquia era questionada e a imprensa colocava a fam√≠lia real no centro de grandes debates principalmente ap√≥s a Crise de Suez, Elizabeth se tornou m√£e e com seu posicionamento firme, reconquistou a admira√ß√£o do povo brit√Ęnico. Ela deixou claro que seus filhos levariam uma vida normal – dentro do poss√≠vel – destacando a import√Ęncia da educa√ß√£o e vantagens acad√™micas ; vantagens essas que tinham sido negadas a ela. Mostrando ser uma mulher de vis√£o, ela entendeu que era necess√°rio fazer o povo se aproximar da monarquia, por conta disso, Elizabeth permitiu que fosse feito um document√°rio mostrando que antes de ser a fam√≠lia real, eles eram apenas uma fam√≠lia.

Muitos anos depois, outro per√≠odo que aproximou os s√ļditos da fam√≠lia real foi o casamento de Charles, filho mais velho da Rainha Elizabeth II com a jovem aristocrata Diana Spencer. Em 29 de julho de 1981 os olhos do mundo se voltaram para a Catedral St. Paul onde o jovem casal trocavam os votos do matrim√īnio. O que ningu√©m imaginava era que a vida pessoal do herdeiro da rainha despertaria o interesse dos tabloides de v√°rias partes do mundo. Iniciava o per√≠odo mais dif√≠cil do reinado de Elizabeth II entre problemas com ataques terroristas do IRA, o atentado de um atirador, a ru√≠na do casamento de Charles e Diana… at√© a cobran√ßa dos s√ļditos pela tributa√ß√£o dos bens da fam√≠lia real, afinal, se todos pagam impostos, por qu√™ eles tamb√©m n√£o o fazem?

O casamento de Charles e Diana n√£o deu certo e a imprensa acompanhou tudo de perto. A Rainha esteve no foco dos problemas conjugais do casal e no momento em que Diana afirmou que Elizabeth tamb√©m foi uma das respons√°veis pelo fim do seu relacionamento com Charles, ela viu que a confus√£o estava longe de terminar. O que a Rainha n√£o imaginava era que em 1997, Diana iria morrer em um acidente de tr√Ęnsito onde uma enorme teoria da conspira√ß√£o colocava Elizabeth II como a respons√°vel por “encomendar” a morte da eterna princesa do povo.

Anos mais tarde, a fam√≠lia real voltou a se aproximar do povo brit√Ęnico; dessa vez no papel do neto da Rainha Elizabeth II, o herdeiro de Charles – Pr√≠ncipe William. Passando por uma inevit√°vel moderniza√ß√£o, a Rainha aceitou que seu neto, herdeiro do trono, se casasse com uma pleb√©ia sendo que ele j√° morava com ela a alguns anos. Essa mudan√ßa de postura foi aceita pela popula√ß√£o que “adotou” Kate Middleton como princesa e para coroar essa nova etapa, os s√ļditos compareceram em peso para acompanhar o casamento de William e Kate. Aos 85 anos, a Rainha Elizabeth II vive um momento de calmaria na Inglaterra e aproveita o carinho que os s√ļditos t√™m para com ela. Uma prova disso √© o sucesso que a p√°gina da fam√≠lia real no facebook: Monarquia Brit√Ęnica. Essa foi uma parte da hist√≥ria da Rainha Elizabeth II que √© a mais de 50 anos chefe de estado e viu seu pa√≠s – e o mundo – se transformar e at√© hoje afirma que n√£o abdicar√° do trono. S√≥ a morte vai lhe tirar a coroa.

Para saber mais sobre a história de Elizabeth você pode assistir ao filme ganhador do Oscar ou ler o livro: A Rainha e O Discurso do Rei;

 

*Fontes: Wikipedia Elizabeth II e Majesty Queen Elizabeth II;

.

Siga o twitter do Blog e tamb√©m ‚ÄúCurtir‚ÄĚ a P√°gina do Feminina do Facebook:

Contato: feminina.blog@gmail.com

 

Esta entrada foi publicada em Mulheres e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

11 respostas a A Rainha Elizabeth II como você nunca viu

  1. Um excelente post, Dani.
    Muito bom conhecer um pouco da hist√≥ria al√©m dos tabloides, desta que √© um exemplo de eleg√Ęncia, perseveran√ßa, tradi√ß√£o e adaptabilidade.

    A rainha Elizabeth II √©, sem d√ļvidas, a √ļltima monarca desta estirpe.

  2. Gih Fletcher disse:

    God save the queen

  3. Elma Soares disse:

    Querida, adorei suas informa√ß√Ķes mas” a ” √© com H do verbo HAVER que significa TER. Obrigada.

  4. taynara disse:

    Minha professora de ciências disse que a coroa que a rainha usa é uma replica perfeita, que as pedras são muito valiosas e que se roubadas podem custar bilhoes e bilhoes de dolares, a coroa verdadeira fica em um cofre secreto, e só é usada em festas dentro do castelo.

  5. Pierre disse:

    Bom texto,mas com alguns pequenos erros de protocolo.Elizabeth II,sempre foi uma Altesa Real desde seu nascimento, por ser neta de um Rei Brit√Ęnico. E seu marido o Pr√≠ncipe Grego, Philip,teve o nome anglicanizado e recebeu o titulo de Duque de Edimburgo,pelo Rei George VI,pai da Rainha,antes mesmo de seu casamento com a ent√£o Princesa.S√≥ alguns anos depois da coroa√ß√£o da Rainha,o Duque votou ao status de Pr√≠ncipe,atrav√©s um decreto de real.

  6. patricia campanholo......... disse:

    adoroo a historia da vida da Rainha Elizabeth kkkkkk

  7. Eduarda Vieceli disse:

    Adolo a hist√≥lia da Lainha Elizabeth PQ √©la e rock rool ……. *(-_-)*

  8. oq mas lhe chamou atenção na historia de elizabeth?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

*