Casamento: Mais bizarro impossível

Aproveitando que maio √© considerado o m√™s da noiva, vou trazer aqui alguns posts especiais mostrando como a cerim√īnia de casamento virou um mercado atrativo, caro e que vai muito al√©m do bem casado e vestido de noiva. E claro, tamb√©m tem os posts bem humorados para voc√™ esquecer as cifras!

 

Everard Cunion, é um inglês de 55 anos, enfrentou um difícil casamento que durou apenas três anos. Desiludido, Everard decidiu que não queria passar por tanto sofrimento de novo e  para isso tomou uma atitude radical: A partir de agora só iria se relacionar com bonecas! Isso mesmo, bonecas!

A sua primeira boneca Рou mulher artificial Рfoi adquirida em 2000 por cinco mil euros. Edvard tentou se manter fiel a ela mas em 2004 não resistiu e comprou outra boneca e em 2005 mais uma.  Ele é tão apaixonado por suas mulheres que até a escolha de uma delas é algo que demanda tempo. Edvard escolhe cada detalhe como tom de pele, cor de cabelo, cor dos olhos, se preocupa em comprar roupas específicas para todas elas; uma forma de imprimir personalidade para cada uma das bonecas. Ele já chegou até a se casar com elas.

Se voc√™ pensa que Edvard √© louco ou tem um comportamento bizarro √© porque n√£o conhecem Bob Gibbins! Ele tamb√©m √© casado mas desta vez com uma mulher real, Lizzie. A quest√£o √© que o rapaz possui nada menos de que 240 bonecas com quem frequentemente √© visto em locais p√ļblicos como jogos de basquete, shoppings ou restaurantes chegando ao ponto de viajar com elas tamb√©m. Sua esposa Lizzie diz que n√£o v√™ problemas e acha at√© divertido essa postura do marido, ela aproveita para acompanh√°-lo nos passeios com as bonecas.

As Love Dolls ou Bonecas do Amor s√£o um mercado em crescimento principalmente no Jap√£o. Alguns homens buscam essas bonecas por n√£o conseguirem um relacionamento com mulheres reais e ao decidirem adquirir o produto, certamente passaram por uma longa pesquisa. No Jap√£o tem revistas especializadas (a I-dolid) e com direito a empresa que disp√Ķe de quartos e servi√ßos de ‚Äėacompanhantes‚Äô, para aqueles que querem transar com as bonecas.

Um dos entrevistados no document√°rio diz que n√£o saberia se relacionar com mulheres reais e que a boneca realmente completa sua vida. ‚ÄúEla fica 99% do tempo dentro do meu quarto e meus pais n√£o aceitam que eu tenha uma namorada que n√£o √© viva. Mas ela √© minha √Ęncora e sei que estaremos sempre presentes um para o outro‚ÄĚ, diz um deles.

Um documentário de 2006 do Chanel 5 americano levanta que existam pelo menos 3 mil bonecas desse tipo circulando no planeta. Em 1996, a empresa Real Doll resolveu investir no negócio e hoje vende cerca de 400 modelos por ano, para o mundo todo. No site da Real Doll a empresa explica que, durante o ato sexual com a boneca, é formado um vácuo dentro dela que reproduz um efeito de sucção poderoso. O efeito é maior durante o sexo oral, mas o vaginal e o anal também podem ser realizados. A textura e forma de todo o corpo das bonecas são especialmente desenvolvidos para dar a sensação mais realista possível.

Aos animados, no Brasil, as bonecas do amor ainda não são realidade. O custo de importação dificulta a compra e impede que os grandes sex shops tenham esse tipo de produto para revenda.

 

Siga o twitter do blog Feminina clicando AQUI e venha curtir nossa p√°gina no Facebook!

 

*Fonte: Testosterona, Oddi

 

Esta entrada foi publicada em Polêmica e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

13 respostas a Casamento: Mais bizarro impossível

  1. Nossa, n√£o sei nem bem o que falar. Ou na verdade, se fosse falar sobre o assunto, poderia passar horas filosofando. rs

  2. Tenho medo dessa gente… acho que at√© as bonecas devem ter medo.
    hahahaha

    Besitos

  3. Anonimo disse:

    √Č melhor ter rela√ß√£o com bonecas, do que ta estrupando crian√ßas…mais √© estranho em!!!!

  4. carlos disse:

    ??????????????????????????????????????????????????????????

  5. Meyre Castro disse:

    Esses homens são doentes.O Bob Gibbins é ainda pior.Se vcs repararem a mulher dele verá que ela é uma coroa e as bonecas são jovens e a loura tem cara de criança.Ele também é um pedófilo.

  6. rosa amelia disse:

    Achei muito legal………………………..eu quero um boneco bem gostoso.

  7. valter disse:

    eu to muito curioso , achei super interessante. ss
    se n√£o fosse t√£o caro eu compraria uma, no futuro vou comprar v√°rias pra montar prostibulo artificial

    e alugar as bonecas prós curiosos e ganhar uma boa grana

  8. Vera Gobbato disse:

    Esse √© o conceito de “amor” que uma grande quantidade de homens ( muito mais do que se pensa…) sentem pela mulher, o amor machista.
    Para ele, a mulher √© posse, mercadoria que deve ser nova bonita e atraente, objeto sexual para servir-se dela quando e como quiser, al√©m de liberdade total para degustar de tantas outras “diversidades” que se sinta atra√≠do… tudo sem cobran√ßas e reclama√ß√Ķes, elas apenas submissas , sem tra√≠-lo, sem gerar desconfian√ßas, sem sair de casa etc… apenas aceita os caprichos dele, mais nada.
    E quando j√° estiver desgastada pelo tempo, joga fora e troca por outra mais nova. E se algu√©m us√°-la escondida √© bem capaz de jog√°-la fora tamb√©m, por sentir-se tra√≠do… rs
    Na verdade o amor possessivo √© amor a si mesmo, ao seu pr√≥prio ego, por isso tantos crimes em nome desse tipo de amor…
    O que há diferente nesse homem é que ele chegou ao limite de sua loucura em ter coragem de exteriorizar simbolicamente o que muitos fantasiam e pensam sobre a a mulher mas nem sempre tem a coragem de assumir !

  9. Vera Gobbato disse:

    Esse √© o conceito de ‚Äúamor‚ÄĚ que uma grande quantidade de homens ( muito mais do que se pensa‚Ķ) sentem pela mulher, o amor machista.
    Para ele, a mulher √© posse, mercadoria que deve ser nova bonita e atraente, objeto sexual para servir-se dela quando e como quiser, al√©m de liberdade total para degustar de tantas outras ‚Äúdiversidades‚ÄĚ que se sinta atra√≠do‚Ķ tudo sem cobran√ßas e reclama√ß√Ķes, elas apenas submissas , sem tra√≠-lo, sem gerar desconfian√ßas, sem sair de casa etc‚Ķ apenas aceita os caprichos dele, mais nada.
    E quando j√° estiver desgastada pelo tempo, joga fora e troca por outra mais nova. E se algu√©m usar a boneca escondida com certeza ir√° “assassin√°-la” e jog√°-la fora, por t√™-lo ” tra√≠do‚Ķ” rs
    Na verdade o amor possessivo é amor a si mesmo, ao seu próprio ego, por isso tantos crimes em nome desse tipo de amor…
    O que h√° diferente nesse homem que se casou com a amante boneca 3
    é que ele chegou ao limite de sua loucura em ter coragem de exteriorizar simbolicamente o que muitos fantasiam e pensam sobre a a mulher mas nem sempre tem a coragem de assumir !

  10. Vera Gobbato disse:

    Ps; (corrigindo erros de digitação)

    Esse √© o conceito de ‚Äúamor‚ÄĚ que uma grande quantidade de homens ( muito mais do que se pensa‚Ķ) sentem pela mulher, o amor machista.
    Para ele, a mulher √© posse, mercadoria que deve ser nova bonita e atraente, objeto sexual para servir-se dela quando e como quiser, al√©m de liberdade total para degustar de tantas outras ‚Äúdiversidades‚ÄĚ que se sinta atra√≠do‚Ķ tudo sem cobran√ßas e reclama√ß√Ķes, elas apenas submissas , sem tra√≠-lo, sem gerar desconfian√ßas, sem sair de casa etc‚Ķ apenas aceita os caprichos dele, mais nada.
    E quando j√° estiver desgastada pelo tempo, joga fora e troca por outra mais nova. E se algu√©m usar a boneca escondida com certeza ir√° ‚Äúassassin√°-la‚ÄĚ e jog√°-la fora, por t√™-lo ‚ÄĚ tra√≠do‚Ķ‚ÄĚ rs
    Na verdade o amor possessivo é amor a si mesmo, ao seu próprio ego, por isso tantos crimes em nome desse tipo de amor…
    O que h√° diferente nesse homem que se casou com a amante boneca
    é que ele chegou ao limite de sua loucura em ter coragem de exteriorizar simbolicamente o que muitos fantasiam e pensam sobre a a mulher mas nem sempre tem a coragem de assumir !

  11. Cl√°udio Roberto disse:

    E da√≠ que uma pessoa se relaciona com uma boneca? √Č melhor que sair por a√≠ abusando sexualmente de algu√©m. Bonecas n√£o s√£o pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

*