Salvador

23 linhas de ônibus terão trajetos alterados nesta quinta-feira (12)

Ponto final será Terminal Acesso Norte; que passa a ser estação transbordo

Redação Correio 24h

Um total de 23 linhas de ônibus de Salvador passa a fazer um novo trajeto tendo como parada o Terminal Acesso Norte, na região da Rótula do Abacaxi. O local será uma estação de transbordo, a partir desta quinta-feira (12), nos mesmos moldes da Lapa ou de Pirajá, e servirá como ponto para baldeação de veículos oriundos de 32 localidades da capital baiana.

Foto: Divulgação

No Terminal Acesso Norte os passageiros vão poder fazer a integração entre o metrô e os ônibus.  A medida foi implantada pela prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), e a intenção é que até fevereiro de 2018, 77 linhas de ônibus tenham como destino também a estação.

Uma das 23 linhas que vão ter o destino alterado é a Bom Juá/Barra. Os passageiros que pretendem chegar até a Barra vão precisar descer no Acesso Norte e, de lá, pegar o metrô até a Estação da Lapa. Já na estação, o usuário pode fazer a integração com os ônibus LB1 (Lapa/Chame-Chame) e LB2 (Lapa/Barra).

Quem pretende descer na Rua Padre Feijó, no Canela, deve ir até a Estação da Lapa e depois, já na Avenida Joana Angélica, no bairro de Nazaré, pegar as linhas Eng. Velho da Federação/Nazaré, Federação/Nazaré ou Conj. Pirajá/Eng. Velho da Federação.

Viagem mais curta

Com a mudança, a Semob prevê que o tempo das viagens diminuirá em até 50%, caindo em até 1h, na maior parte dos roteiros, otimizando o itinerário dos passageiros por meio da integração ônibus-metrô. A implantação das novas linhas devem ser feitas de forma gradual até fevereiro de 2018.

"Escolhemos começar as mudanças pelo Acesso Norte, pois o terminal permitiu a criação de novas linhas, inclusive ampliando a oferta para os usuários, garantindo um aumento da oferta de viagens para a população. Para que isso ocorresse, foi necessário promover o aumento do número de coletivos que utilizam o terminal", explica o titular da Semob, Fábio Mota.