Tecnologia

Ações do Snap caem após Rihanna pedir que fãs apaguem aplicativo

Anúncio zombando de agressão que cantora sofreu de Chris Brown motivou pedido

Agência O Globo

A cantora Rihanna pediu, nesta quinta-feira, que seus fãs apagassem o Snapchat depois que o aplicativo de compartilhamento de fotos e vídeos publicou um anúncio zombando do espancamento que ela sofreu nas mãos de seu então namorado Chris Brown em 2009.

As ações da Snap Inc, a dona do aplicativo, fecharam em queda de 3,64%, mas chegaram a cair mais de 4% nesta quinta-feira em função do pedido da pop star. "SNAPCHAT, eu sei que você sabe que não é meu aplicativo favorito neste mundo! Mas estou tentando entender o porquê dessa palhaçada!", escreveu a cantora no Instagram nesta quinta-feira.

"Vocês gastaram dinheiro para animar algo que envergonharia intencionalmente as vítimas de VD (violência doméstica) e fizeram piada disso!!!", acrescentou. "Que vergonha". Ela ainda escreveu: "Não é sobre meus sentimentos pessoais, mas por todas as mulheres, crianças e homens que foram vítimas (de violência doméstica) no passado, e especialmente aqueles que ainda não conseguiu se livrar disso ... vocês nos decepcionaram! Se envergonhem."

Anúncio do Snapchat zomba do espancamento que Rihanna sofreu nas mãos de seu então namorado Chris Brown em 2009 - Reprodução

A intérprete de "Wild Thoughts" se pronunciou depois de o Snapchat pedir desculpas no início da semana e retirar o anúncio de um videogame online chamado "Would You Rather!" que mostrava fotos de Rihanna e Brown com as legendas "Estapeie Rihanna" e "Soque Chris Brown". Chris Brown se declarou culpado de ter agredido Rihanna em 2009, um incidente que rendeu manchetes em todo o mundo quando uma foto do rosto machucado da artista foi divulgada.

No início da semana o Snapchat disse em um comunicado que o anúncio "foi analisado e aprovado por engano, já que viola nossas diretrizes de propaganda" e que foi removido no final de semana. O Snapchat afirmou nesta quinta-feira que o anúncio foi "nojento e nunca deveria ter aparecido em nosso serviço". "Lamentamos que tenhamos cometido o terrível erro de permitir isso através de nosso processo de revisão. Estamos investigando como isso aconteceu para que possamos garantir que nunca mais aconteça", disse a empresa em um comunicado.

Os comentários da cantora foram o episódio mais recente de publicidade negativa para o Snapchat – suas ações perderam cerca de US$ 1,5 bilhão de valor de mercado depois que a celebridade de redes sociais Kylie Jenner, que tem cerca de 105 milhões de seguidores no Instagram, tuitou que não gosta do visual do site do Snapchat.