Mundo

Adolescente é acusado de degolar colega de 7 anos para adiar provas

Caso aconteceu na Índia

Agência O Globo

A polícia indiana prendeu um adolescente, na última quarta-feira (08), acusado de degolar um colega de escola de 7 anos com a esperança de que a tragédia forçasse o adiamento das provas.

O homicídio cometido pelo adolescente de 16 anos aconteceu em setembro, na Ryan International School, escola particular em Gurgaon, perto de Nova Deli. Os policiais inicialmente prenderam um motorista de ônibus, alegando que ele havia matado o menino, após tentar abusar sexualmente dele.

Porém, os investigadores reuniram provas contra um "adolescente de baixo nível escolar, cuja motivação era adiar uma prova e uma reunião de pais e professores".

"Ele confessou durante interrogatório que queria que a escola fechasse para adiar as provas e a reunião", indicou à AFP Gaur, porta-voz do Bureau Central de Investigação.

O adolescente, que não pode ser identificado por motivos legais, foi enviado para um centro de detenção juvenil enquanto aguarda julgamento. O motorista de ônibus permanece detido até que não haja mais suspeitas contra ele, acrescentou Gaur.