Mundo

Mulher é condenada por se casar com filho e filha

Primeiro crime ocorreu em 2008, quando ela se casou com o filho de 18 anos

Agência O Globo
- Atualizada em

Uma mulher foi condenada a dois anos de prisão e mais oito sob condicional por incesto duplo. Patricia Spann, de 45 anos, casou-se com um filho e uma filha.

O primeiro crime ocorreu em 2008, quando a americana de Oklahoma se casou com o filho, Jody, de 18 anos. O casamento foi anulado dois anos depois, por se tratar de incesto. À epoca, Jody contou ter sido vítima de manipulação pela mãe.

Patricia e Misty (Foto: Divulgação/Stephens County District Court)

Em tribunal, Patricia alegou que o casamento era de fachada, sem contato sexual, e feito apenas para que Jody não precisasse se alistar no Exército. O filho não confirmou a versão.

Patricia (à direita) e Misty. (Foto: Reprodução/Facebook)
Em 2016, Patricia voltou a praticar incesto. Ela se casou com a filha Misty Spann, de 25 anos. A duas viviam em uma casa em Duncan (Oklahoma, EUA) até que a relação foi descoberta por uma assistente social. Meses depois, o casamento foi anulado e a americana foi indiciada, relatou o "Daily Star".

Patricia e Misty chegaram a fazer planos de adotar uma criança.

Após dar à luz, Patricia perdeu a guarda e o contato com Misty. O nome correto dela não consta da certidão de nascimento da filha, o que facilitou a união legal. As duas se reencontraram em 2014, quando se iniciou um relacionamento sexual. Misty também foi detida e condenada a 10 anos de condicional, mas a pena foi suspensa devido a uma falha no processo.