Brasil

Anvisa abre consulta para discutir regularização de produtos de higiene

Debate busca melhorar a qualidade da informação para o consumidor

Agência O Globo

Você costuma ler os rótulos de produtos de higiene pessoal, cosméticos e perfumes? Está atento à data de validade? Que tipos de informação gostaria de encontrar nas embalagens? Será que tudo que está nas prateleiras dos mercados, farmácias e perfumarias têm registro e podem ser colocados à venda? Para melhorar a qualidade da informação e agilizar a análise por parte do comprador, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) quer saber a opinião de consumidores , de profissionais e do setor regulado sobre os requisitos técnicos necessários para a regularização desses produtos. Para isso, está abrindo nesta segunda-feira uma consulta pública.

Foto: Divulgação

Os interessados em contribuir com comentários e sugestões para proposta de alteração da Resolução da Diretoria Colegiada nº 7/2015 tem 15 dias para enviar as propostas por meio de formulário eletrônico que pode ser acessado na página da CP. Ao fim do processo, será disponibilizado número de protocolo do registro de sua participação. Em caso de limitação de acesso do cidadão a recursos informatizados, ou em casos de contribuições internacionais, será permitido o envio e recebimento de sugestões por escrito, em meio físico, durante todo o prazo de consulta.