Empregos

Aprenda a se livrar do stress e ter uma rotina tranquila no trabalho

O mau humor ou irritação podem atrapalhar o desenvolvimento do profissional

Redação Catho

Manter-se em constante equilíbrio é uma tarefa quase impossível nos dias de hoje. Se por um lado a vida moderna trouxe inúmeras facilidades para a sociedade, em contrapartida transformou os hábitos de forma tão radical que o que restou foi uma geração inteira de gente estressada e em constante insatisfação.

Pais, filhos, avós e irmãos, todo mundo sente os efeitos desse comportamento nada saudável, porém, um tanto comum de se encontrar por aí. Parece que as coisas perderam suas medidas e o ‘levar uma vida normal’ passou a ser sinônimo de dormir pouco, trabalhar muito, nunca ter tempo para a família, abrir mão do lazer, sentir-se doente dia sim dia não, acordar reclamando e estar constantemente à beira de um ataque de nervos. E a pergunta que fica é: será que está certo viver assim?

Uma pesquisa de 2012, feita pela Stress Management Association (Associação Internacional do Controle de Stress), mostrou que o Brasil é o segundo país do mundo com maior nível de stress. De cada 10 trabalhadores, 3 sofrem de estafa total, a Síndrome do Burnout. Mesmo em níveis mais baixos, o stress pode causar problemas físicos e psicológicos, como dores de cabeça, exaustão, pressão arterial elevada, problemas gastrointestinais, sensação de incapacidade e depressão.

Dessa forma, quem sofre de esgotamento físico e emocional tem seu rendimento prejudicado na vida pessoal e profissional. O mauhumor ou irritação podem atrapalhar o desenvolvimento do profissional e fazer com que ele se prejudique, manche sua imagem diante do chefe e da empresa e jogue fora todo o reconhecimento conquistado ao longo dos anos.

“Buscar por mais equilíbrio e foco, além de melhorar o desempenho e reduzir o estresse, ajuda o profissional a ter autocontrole para lidar com as adversidades e com as situações de pressão no ambiente corporativo”, explica o coach Ricardo Melo. Segundo ele, uma vida sem estresse também permite ao profissional ter mais clareza na tomada de decisões, transparência e transformação nas relações entre os colegas de trabalho, além de levá-lo a agir de maneira mais responsável, já que ele aprende a gastar seu tempo de forma mais inteligente e eficaz.

Estou estressado, e agora?

Quem também entende do assunto é o administrador e sociólogo Ernesto Artur Berg, autor do livro Manual de Atendimento ao Cliente, da Juruá Editora, obra que apresenta 9 dicas essenciais para superar este terrível problema amenizando seus sintomas. Confira a seguir as dicas do autor.

Dica 1: Trabalhe em algo que te satisfaça

Trabalhe naquilo em que você tem competência, talento e gosta de fazer; afinal, pelo menos um terço da sua vida você passará trabalhando. Aprenda a gostar do seu trabalho e da sua empresa e, se por algum motivo, este ajuste entre você e o seu emprego não estiver acontecendo, mude já.

É da máxima importância que você trabalhe em uma empresa que esteja em sintonia com seus valores, do contrário o desgaste físico e emocional será enorme. A propósito, você realmente gosta do trabalho que faz?

Dica 2: Tenha hábitos saudáveis

Pratique esporte, faça exercícios físicos, tenha tempo para o lazer, aprenda técnicas de relaxamento. São atividades que ajudam muito a recuperar e restaurar as energias físicas e psicológicas. Da mesma forma, uma dieta alimentar balanceada e um sono reparador produzem, igualmente, frutos extremamente benéficos.

Dica 3: Aprenda a gostar das pessoas

Aprenda a ter um bom relacionamento interpessoal, a respeitar as pessoas e a cooperar com elas. Veja sempre seus lados positivos, sorria, cumprimente-as no elevador, no restaurante, na vizinhança.

Aprenda a rir de si mesmo e a colocar mais leveza em sua vida e em seus relacionamentos. Essas atitudes descontraem, relaxam e desarmam o espírito competitivo, angustiado ou aflito.


Dica 4: Desabafe

Ninguém é de ferro e, às vezes, um desabafo é muito bem-vindo. Mas, se você for desabafar faça-o no local adequado, porque um “estouro” além de ofender e magoar pessoas, pode provocar muitas discórdias e, também, arrependimentos posteriores.

Dica 5: Faça pausas

Por outro lado, não caia na armadilha de acreditar que sempre que você estiver profundamente irritado, um grande desabafo, em particular, irá resolver a situação. Às vezes isso não funciona. Nesses casos o melhor mesmo é fazer uma pausa: ouça música relaxante, dê um passeio, coma algo, leia uma revista, faça palavras cruzadas ou outro passatempo, sente num canto da sala e relaxe de olhos fechados.

Dica 6: Congraçamentos

Happy hour, comemorações de aniversários ou de metas atingidas, lanches e refeições com colegas, reuniões e troca de ideias informais nos intervalos são algumas formas de congraçamento que ajudam a aproximar os membros da equipe, ao mesmo tempo que descontraem o ambiente e auxiliam a recarregar as baterias psicológicas e emocionais.

A prática regular desses procedimentos fortalece, inclusive, o espírito de equipe, parte fundamental da motivação e da produtividade.


Dica 7: Use âncoras

Tudo aquilo que faz você se sentir bem ou que atrai sensações boas é chamado de âncora. Por exemplo, todos nós podemos pôr âncoras em nossa mesa do escritório: uma foto do filho ou do animal de estimação, flores, frases motivacionais, cartões de amigos, frasco com doces, poesia etc. Coisas assim ajudam a relaxar e dão um toque de leveza em seu ambiente particular de trabalho.


Dica 8: Seja positivo

Você só pode dar ao mundo o que você depositou – ou deixou que depositassem – em seu interior. Esse depósito cresce lá dentro e depois se manifesta num tamanho muito maior do que quando entrou. Os juros emocionais desse depósito tomam formas, contornos, cristalizam-se e passam a comandar seus pensamentos, atitudes e tudo o que você faz em sua vida, até de maneira inconsciente.

Pronto! Você acabou de criar seus hábitos, gostos, comportamentos e personalidade. Tudo isso vem embalado num pacote que recebe o rótulo de “eu sou assim”. Se quiser mudar o rótulo, precisará mudar os depósitos. Cultive otimismo e pessoas, circunstâncias e situações vão responder às suas atitudes na mesma medida.

Dica 9: Cerque-se de pessoas motivadas

Um dos segredos da motivação é fazer amizades e cercar-se de pessoas vencedoras e positivas, pois o espírito realizador e otimista delas acabará contaminando você, da mesma forma que andar com pessoas inseguras e pessimistas poderá influenciá-lo negativamente. Você pode aprender muito com as atitudes, os comportamentos e a conduta de pessoas positivas.