Nem Te Conto

Autor de foto de Arlindo Cruz no hospital diz que enviou foto por engano

Ele tirou selfie com cantor na cama e queria mandar para mãe, mas mandou para vizinho

Redação Correio 24h

O massoterapeuta Ivan Carlos Gaspar de Albuquerque, indiciado por tirar uma foto do cantor Arlindo Cruz internado e disseminar, afirmou que a imagem seria enviada para sua, mas, por engano, acabou mandando para outras pessoas. Ivan pode pegar de 6 a 12 meses de prisão. Imagem da câmera de segurança do hospital mostra que Ivan tirou uma selfie ao lado de Arlindo, na cama - a imagem abaixo aparece sem o músico, em respeito à família. A informação é do G1.

Foto: Reprodução
Além das imagens de câmeras de segurança e do depoimento do motorista da família, que viu Ivan com o celular na mão, um relatório com registro de entrada e saída no quarto de Arlindo também faz parte da investigação. No documento, consta que o massoterapeuta esteve no hospital no dia 6 de outubro, quando a foto foi feita.

Ivan trabalhava há dois meses no tratamento do cantor, que está internado em um hospital do Rio de Janeiro desde março, quando sofreu um AVC. Ele foi ouvido na 6ª Delegacia, pela delegada Maria Aparecida Mallet.

"Ele disse que tinha tirado a selfie para enviar para mãe, mas que, por engano, enviou para um vizinho. Depois ele falou que apagou as fotos e que teria pedido para a mãe apagar também, ou seja, as informações não bateram", diz a delegada. Apesar de ter irritado a família de Arlindo, o massoterapeuta não demonstrou arrependimento. "Ele diz que não sabia do equívoco e que só foi saber quando o amigo ligou dizendo que tinha enviado a imagem e que tinha tido o cuidado de cortar a parte em que o massoterapeuta aparecia na foto".