Bahia

Bandidos explodem empresa de valores, segurança morre e quatro ficam feridos; veja

Grupo colocou fogo na frente de quartel da PM e mais duas unidades: Rondesp e Caema

Mário Bittencourt, do Correio 24h

Cerca de 40 bandidos realizaram na noite desta segunda-feira (5) em Eunápolis, Extremo Sul da Bahia, uma ação que a Polícia Civil considera como “de extrema ousadia”, durante o roubo a uma empresa privada de transporte de valores, no Centro da cidade.

Foto: Divulgação
Espalhados em diversos pontos do município de 115 mil habitantes - que aparece como o 19º mais violento do Brasil no Atlas da Violência 2017 - ,  os bandidos armados com fuzis e outras armas de grosso calibre usaram granadas e dinamites para explodir a Prosegur, onde um vigilante morreu na ação e outros quatro ficaram feridos.

Para que a ação não fosse frustrada, eles colocaram fogo na frente do quartel da Polícia Militar na cidade e de outras duas companhias especializadas (Rondesp e Caema) também da PM, e ainda ficaram o tempo todo atirando para dentro das unidades policiais.

Na BR-101, os criminosos colocaram uma carreta atravessada na pista nas proximidades da cidade para dificultar a perseguição durante a fuga e bloquearam ainda a BR-367.

Toda a ação durou cerca de 40 minutos e até o início da manhã desta terça-feira (6) nenhum bandido havia sido localizado. Ainda não se sabe quanto eles levaram.

O grupo deixou um rastro de destruição na cidade, com vidraças de lojas do comércio destruídas e tiros em imóveis residenciais. A explosão foi tão forte que derrubou a porta de uma das casas.
Foto: Divulgação
“Foi algo muito orquestrado, algo jamais esperado na cidade, um crime de extrema ousadia. A polícia ficou encurralada, sem poder sair. A perícia está no local do crime neste momento e não foi prestada queixa ainda”, disse o delegado Hermano Costa, titular da Delegacia de Furtos e Roubos.

A informação que a polícia teve é que os bandidos fugiram em direção a Minas Gerais em carros roubados. “Tivemos a informação de que mais adiante, já fora da cidade, eles entraram em um caminhão-baú”, disse o delegado.

O vigilante morto durante a ação se chama Elivar Ferreira Nadier Sobrinho, 46. Os demais vigilantes, atingidos por estilhaços na explosão, foram encaminhados para unidades de saúde da cidade. Eles não correm risco de morrer, segundo a polícia.