Mais Esportes

Bino Lopes fica em terceiro no QS 6.000, em Portugal

Baiano comemorou resultado e já mira novo torneio em Portugal

Redação Correio 24 horas

O surfista baiano Bino Lopes conquistou nesta sexta-feira (8) o terceiro lugar do QS 6.000 de Açores, o Azores Pro, em Portugal. Bino terminou a semifinal contra Michael Rodrigues, vice-campeão da etapa, com apenas 37 décimos a menos do que o finalista.

(Divulgação/WSL/Poullenot)

Durante a etapa, Bino Lopes venceu o australiano Davey Cathels com notas 8.17 e 6.67, contra 2.83 e 2.53 do adversário. Na semifinal, o brasileiro chegou a liderar a bateria por boa parte do tempo, mas acabou derrotado 12.77 a 12.40 pontos em grande reviravolta do compatriota.

"Apenas um erro me custou a bateria e é claro que eu sinto muito por isso, mas é mágico poder voltar e estar entre os melhores. Seguimos treinando em ritmo forte. Restam menos de 20 dias para a próxima etapa de 10 mil e é mais uma chance de conseguir um resultado que nos aproxime do CT, que é o nosso objetivo. Tenho que parabenizar o Michael, que passou merecidamente e só agradecer a todos que me apoiam diariamente", disse o surfista, que somou 3.550 pontos no QS ranking - melhor resultado no ano até aqui.

No próximo dia 26, Bino Lopes volta a competir em águas portuguesas. Dessa vez ele disputará o QS 10.000 de Cascais.