Salvador

Cachorro galgo italiano é roubado na Feira de São Joaquim; veja

Juca, de 5 anos, foi levado por um homem não identificado após o dono terminar as compras

Júlia Vigné, Correio 24 horas (julia.nunes@redebahia.com.br)

Um cachorro da raça galgo italiano foi roubado na tarde deste domingo (31) na Feira de São Joaquim, na Cidade Baixa, em Salvador. Juca, de 5 anos, foi levado por um homem não identificado enquanto o tutor e amigos estavam pedindo um carro através do celular.

O tutor de juca, o servidor público, Felipe Anjos, 30, estava acompanhado de mais cinco pessoas no momento em que o cachorro foi levado. Ninguém percebeu a movimentação do autor do crime.

O cachorro Juca foi levado na Feira de São Joaquim
(Foto: Arquivo Pessoal)

Felipe conta que foi à Feira de São Joaquim comprar comida para a ceia de Réveillon e, como era usual, levou Juca, que vai a todos os lugares com ele – e sem coleira.

“Juca nunca usou coleira. Ele sempre me obedeceu e sempre voltava, se saía de perto da gente. Com pessoas desconhecidas, ele sempre foi esperto. Saía quando alguém tentava pegá-lo. Acho que dessa vez foi diferente porque no momento do roubo nós estávamos em semicírculo. Ele deve ter achado que era um de nós, mas infelizmente foi um homem que o roubou”, conta Felipe, dono de Juca.

Um vídeo do momento em que o homem pega o cachorro está nas mãos do tutor. O vídeo será passado para a Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos, na Baixa do Fiscal.

Felipe conta que a raça exige cuidados com a pata do animal, que é frágil. Felipe ganhou Juca de uma amiga, que também ganhou sua cadela, Fiona.

“Todo mundo quando vê o cachorro diz que ele é caro. Mas ele veio de uma doação, eu sou contra a comercialização de cachorros”, afirmou. De acordo com o canil Aicram Bella, o valor do cachorro pode variar de R$ 3 mil a R$ 6 mil.

Campanha

O cachorro Juca tem um perfil no instagram, onde é seguido por 628 pessoas. O nome “Jucatambemvai” mostra como o galgo italiano é tratado pelo tutor: indo para todos os lugares. Na última semana, Juca foi fazer rapel com Felipe. “Ele vai para todos os lugares comigo, desde praias, viagens, até pra carnaval”, diz.

Juca fazendo rapel com seu dono, Felipe Anjos
(Foto: Arquivo Pessoal)

A campanha para achar Juca foi iniciada na rede social e mobiliza canis e pet shops, que estão repostando a publicação. Cartazes estão sendo impressos e serão espalhados pelas redondezas da feira. 

Amigos de Felipe criaram um grupo no Whatsapp para realizar as buscas. Juca é cinza, tem 5kg e uma mancha branca no peito em formato de coração. Outra característica específica do cachorro é que ele tem apenas um testículo.

No momento em que foi levado, Juca tinha uma coleira de identificação com o telefone do tutor. Informações podem ser dadas no telefone: 71 99254-1232 e 71 9 9957-3977.

Quem achar Juca, poderá ser recompensado. Para isso, amigos de Felipe fizeram uma vaquinha online para arrecadar o valor: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/juca-sumiu-recompensa. Além do arrecadado pelo sistema, a família irá dar mais uma quantia.