Cinema

Publicada em 14/10/2011 às 19h00. Atualizada em 14/10/2011 às 19h40

Camila Pitanga estrela novo filme inspirada em Sônia Braga


"É uma pessoa fantástica na história do cinema brasileiro", diz a atriz


Henrique Porto, do G1
(redacao@portalibahia.com.br)
publicidade

Camila Pitanga interpreta uma ex-prostituta que vive triânguo amoroso envolvendo o fotógrafo Cauby (Gustavo Machado)
e o marido, o pastor Ernani (Zecarlos Machado)


Não foram as cenas de sexo nem a nudez os maiores desafios de Camila Pitanga durante as filmagens de "Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios", adaptação cinematográfica da obra literária de Marçal Aquino pelos diretores Beto Brant e Renato Ciasca e que integra a mostra competitiva do Festival do Rio 2011.

“Acho o sexo fundamental e bonito. Para mim, é algo natural, não encaro como uma dificuldade. Claro que é uma ousadia me expor, mas isso teve um peso menor. Desafio mesmo foi dar conta de Lavínia, essa mulher tão multifacetada, tão dilacerada e desamparada. São várias personagens numa só. Ela tem estados emocionais muito radicais e diferentes. Chegar a isso foi a coisa mais crítica", diz a atriz sobre a ex-prostituta que interpreta no longa, figura central de um triânguo amoroso envolvendo o fotógrafo Cauby (Gustavo Machado) e o marido, o pastor Ernani (Zecarlos Machado).

Dentre suas maiores referências para a construção da personagem, Camila cita a também atriz Sônia Braga, com quem conversou principalmente sobre "Eu te amo", longa-metragem de 1981 dirigido por Arnaldo Jabor, com Paulo César Pereio, Vera Fischer e Tarcísio Meira. A trama, uma fantasia romântica sobre o desejo e paixão, passa por temas como machismo e homossexualidade temperados com muito erotismo e diálogos ácidos e reflexivos. Mas a atriz faz questão de esclarecer:

Camila Pitanga em cena do filme

"Não falei com Sônia Braga apenas pela questão da nudez, mas sim por causa do filme como um todo. 'Eu te amo' sempre foi muito marcante para mim, tanto pela entrega dos atores quanto pela maneira como se fala daquela relação, daquele amor, dos encontros e desencontros. Queria entender o processo de construção daquele trabalho", destacou Camila, referindo-se ao buxixo provocado por uma entrevista onde afirmou ter pedido dicas à veterana atriz sobre tirar a roupa na frente das câmeras.

Óbvio que, na especulação mais superficial, ficou essa questão do sexo. Mas o que mais me interessa nela é que Sônia é uma pessoa fantástica na história do cinema brasileiro. Tenho o maior respeito pelo seu trabalho. É uma referência linda em filmes lindos onde também estão a sexualidade e o dilaceramento. Então tive esse insight de falar com ela, e foi uma conversa muito bonita”, relembra Camila.

Marçal Aquino, parceiro quase constante da dupla Brant/Ciasca (já são sete longas com roteiros adaptados de sua obra e assinados pelo próprio escritor), relativiza o tema dentro da trama e elogia a forma como os diretores adaptaram a ideia de seu romance para o cinema.

"O livro é marcado por esses encontros físicos da personagem. É um triângulo amoroso inusitado. Um fotógrafo que vai para o Pará e conhece uma mulher absolutamente deslumbrante, porém instável, que tem, no mínimo, dupla personalidade. Só que ela é casada com um pastor evangélico envolvido com as lutas sociais locais. Neste sentido, é uma história amorosa/sexual, e o filme traduz isso à perfeição com a Camila, o Gustavo e o Zecarlos”, ressalta o escritor, resumindo a história, que entra em cartaz no circuito comercial apenas em março de 2012.

Para os fãs de Aquino, uma boa notícia. Ele prepara um novo livro, “Como se o mundo fosse um bom lugar”, que deve concluir em breve. “Será um romance. Estou trabalhando nele há quatro anos. Meu objetiivo é publicá-lo no ano que vem".








Tags: Camila Pitanga, Filme, Sônia Braga
{{ commentsTitle }}
Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Ao comentar o autor da mensagem esta aceitando os Termos e Condições de Uso.
{{comment.username}} {{comment.creation_tstamp*1000 | date:'dd/MM/yyyy - HH:mm'}}
{{comment.comment}}
  • {{comment.dislike_count | number}}
Comentário aguardando moderação