E. C. Bahia

Carpegiani evita falar sobre Ba-Vi, mas elogia rival

Técnico tricolor fala sobre a evolução do Vitória após chegada de Vagner Mancini

Daniela Leone, Correio 24 horas (daniela.leone@redebahia.com.br)

O último Ba-Vi de 2017 será disputado no domingo (22), às 16h, na Fonte Nova. Com Bahia e Vitória na luta contra o rebaixamento, o clássico válido pela 30ª rodada do Brasileirão ganha ainda mais importância. Mas antes de receber o maior rival, o tricolor tem um outro rubro-negro pela frente. O Bahia entra em campo quinta-feira (19), às 20h, contra o Flamengo, na Ilha do Urubu, e o técnico Paulo Cézar Carpegiani garante que está totalmente concentrado no confronto com a equipe carioca.

Técnico Paulo Cézar Carpegiani foca no Flamengo e evita comentar sobre o Ba-Vi (Foto: Marcelo Malaquias/Divulgação ECBahia)

"Nem me passou pela cabeça. Sei que tem um clássico, mas a minha concentração está no Flamengo. Se eu me preocupar com o Vitória, vou esquecer do Flamengo. Tem a expectativa do torcedor, mas vamos pensar nisso a partir de sexta-feira. São os mesmos três pontos que teremos a disputar contra o Flamengo”, afirmou Carpegiani. A delegação viajou nesta quarta (18) para o Rio de Janeiro.

Mesmo tentando evitar o assunto, o técnico do Bahia demostrou acompanhar a evolução do time do Vitória após a chegada do colega Vagner Mancini à Toca do Leão. “Vi o Vitória jogar, jogou muito bem. Não quero entrar em detalhes disso, não compete a mim analisar outras equipes. Estou concentrado na minha. Mas vai ser um jogo igual. O que vai tornar diferente é a grande rivalidade, desde que não parta para outras coisas. Estava em um programa de televisão e disse que o Vitória não ia cair. No empate em 0x0 com o Cruzeiro (quando Mancini estreou, no dia 30 de julho), vi que mudou a cara do Vitória e tem muito mérito do Mancini”, elogiou.

Com 35 pontos, o Bahia é o 10º colocado do Brasileirão. O Vitória soma 33 e ocupa o 15º lugar. Assim como o tricolor, o rubro-negro também entra em campo na quinta-feira (19), só que às 19h, contra o Atlético-PR, no Barradão.