Salvador

Publicada em 06/02/2012 às 11h30. Atualizada em 06/02/2012 às 12h19

Centro de Defesa da Criança e do Adolescente pede retirada de crianças da Assembleia Legislativa


Para o CEDECA as crianças estão expostas a um ambiente hostil e de conflito


Da Redação
publicidade

O Centro de Defesa da Criança e do Adolescente (Cedeca) apela para que as crianças acampadas na Assembleia Legislativa sejam levadas para casa imediatamente. "No mínimo, existe um equívoco dos responsáveis em levar crianças para um ambiente de conflito. Expondo essas crianças para  a possibilidade de um confronto", afirmou o advogado e subcoordenacor do Cedeca, Waldemar Oliveira.

Crianças e mulheres na frente da Assembleia Legislativa

Para o representante do CEDECA, as crianças estão expostas a um ambiente hostil, sem higine, água e comida, além de expostas a um clima de tensão, o que é proibido pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). "As crianças não optaram estar lá. Elas foram conduzidas, diferente dos adultos que escolheram participar da manifestação. Isso é uma irresponsabilidade", protestou.

Para Waldemar, a única coisa que resta a fazer é apelar e torcer para que não haja um confronto. "Estou extremamente preocupado e apelo para o bom senso desses pais que, de maneira impensada, levaram essas crianças para um lugar que pode ser invadido a qualquer momento pelo Exército".

 





Tags: Paralisação PM, CEDECA, Crianças, Centro de Defesa da Criança e do Adolescente
{{ commentsTitle }}
Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Ao comentar o autor da mensagem esta aceitando os Termos e Condições de Uso.
{{comment.username}} {{comment.creation_tstamp*1000 | date:'dd/MM/yyyy - HH:mm'}}
{{comment.comment}}
  • {{comment.dislike_count | number}}
Comentário aguardando moderação
Agenda Cultural