Nem Te Conto

Condenado por assassinato de Daniela Perez, Guilherme de Pádua vira pastor em BH

Conversão do rapaz se tornou assunto nas redes sociais causando revolta entre os internautas

Agência O Globo

Após 15 anos de conversão, Guilherme de Pádua se tornou pastor da igreja evangélica. A cerimônia aconteceu em Belo Horizonte, onde ele mora, no último fim de semana. As fotos foram postadas pela mulher do ex-ator, Juliana Lacerda, nas redes sociais.

Uma semana antes, Guilherme e Juliana se formaram em Teologia com direito a colação de grau, beca e festa. Juliana e Guilherme se casaram em março deste ano.

(Reprodução: Instagram)

Juliana postou emocionada sobre a nova profissão do ex-ator. "Enfim, agora Pastor Guilherme! Ele esperou mais que 15 anos para que esse dia chegasse, mas como nós dizemos, tudo no tempo do Senhor. Chegou o seu tempo meu amor".

Guilherme de Pádua e a então mulher, Paula Tomaz, assassinaram a atriz Daniela Perez a tesouradas em 28 de dezembro de 1992. Eles foram condenados, cinco anos depois do crime, por homicídio qualificado, a 19 anos e seis meses de cadeia. Posteriormente, a pena foi reduzida

(Reprodução: Instagram)
a seis anos.

Nas redes sociais a conversão de Guilherme causou revolta. "Vergonhoso o tempo que Guilherme de Pádua ficou preso. Era pra ter deixado ele lá e jogado a chave fora", comentou um internauta. "O mundo parece estar de cabeça pra baixo, Guilherme de Pádua vai ser pastor!!", disse outro. "Guilherme de Pádua mata a facadas uma inocente e pode ser perdoado e virar pastor, gays não, esses não merecem o perdão divino e vão pro inferno direto segundo os evangélicos...", disse uma internauta revoltada com a situação.