Saúde

Confira cinco dicas para evitar intoxicação alimentar no verão

Não deixe de aproveitar a estação mais quente do ano. Apenas fique de olho em sua alimentação

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

No verão, é impossível deixar de curtir uma praia, não é? Quando bate aquela fome, você costuma comer o quê? Se liga aqui nessas dicas para evitar a intoxicação alimentar. 

Foto: Divulgação
1 - Lanches devem estar armazenados na temperatura adequada. (Fique atento à maneira em que os alimentos que você quer consumir estão armazenados. Não os deixe fora da geladeira por muito tempo e, quando viajar, leve-os em caixas de isopor ou bolsas térmicas).

2 - Evite alternativas pré-cozidas. (Se possível, não consuma itens já assados ou fritos. É que, após a cocção, não há mais nenhuma etapa para eliminar as bactérias e, com o passar do tempo e o calor, as chances de os alimentos estragarem são maiores).

3 - Opte por lanches práticos e saudáveis. (Caso não possa manter a refrigeração adequada, leve frutas frescas e secas, além de biscoitos de polvilho. No caso de sanduíches naturais, eles precisam ser bem conservados e é melhor optar pelos que não contêm molho).

4 - Mantenha-se hidratado. (No calor, é indicado beber bastante água, sucos naturais e água de coco. Se for comprá-los na praia, observe se o lacre não está violado e se a validade está dentro do prazo. Nunca beba água da torneira).

5 - Reconheça a contaminação. (Impossível levar suas próprias comidinhas para a praia? Então, fique de olho no ambiente onde você comerá e nos funcionários. Veja se os cabelos estão presos e se os aventais estão higienizados e também preste atenção na limpeza dos recipientes. A contaminação pode ser física, química e biológica. No primeiro caso, é visível: há presença de impurezas no prato, como pedras, areia ou cabelo. A química acontece em decorrência da presença de produtos contaminantes, como inseticida; enquanto a biológica é causada por fungos, bactérias e vermes).