Salvador

Confira programação para o Dia da Consciência Negra nesta segunda (20)

Às 9h, na Praça da Sé, tem lavagem da estátua de Zumbi dos Palmares

Redação Correio 24 h

Shows, palestras, rodas de conversa, lavagens e caminhadas marcam a programação em Salvador e cidades do interior da Bahia para o Dia da Consciência Negra, celebrada nesta segunda-feira (20) em todo o país.

Em Salvador, às 9h, a Praça da Sé recebe a Lavagem da estátua de Zumbi dos Palmares. À tarde, às 14h, acontece a Caminhada da Liberdade, no Curuzu. Às 15h será a vez da Marcha da Consciência Negra, no Campo Grande.

Às 9h, a Biblioteca Pública Thales de Azevedo, em Salvador, recebe a leitura Lendas Africanas de Iray Galvão, contando mitos de origem yorubá.

(Foto: Almiro Lopes/Arquivo CORREIO)

Quem passar pelo Centro da cidade pode conferir, a partir desta segunda (20), a programação gratuita da Semana da Consciência Negra do Shopping Piedade, com o tema Discutindo Futuros. Nesta segunda (20), a programação tem um bate-papo, às 16h, com a antropóloga e doutora em Estudos Étnicos e Africanos da Ufba, Zelinda Barros; a cantora e historiadora Juliana Ribeiro; e com a representante do Instituto Awure São Paulo, Milena Nascimento. Às 17h será a vez de um pocket show com a DjNai Sena.

Na terça-feira (21), Lindinalva de Paula, da Rede de Mulheres Negras da Bahia/Coletivo Abayomi, participa do bate-papo às 16h junto com a historiadora e teóloga do Coletivo CUXI Diáspora Africana, Gicélia Cruz, e com a major Denice Santiago, da Ronda Maria da Penha da Polícia Militar da Bahia. O pocket show fica por conta de Nane Peruana Filha de Xangô.

Na quarta-feira (22), também às 16h, o bate-papo é com a embaixadora do Nordeste Brazil Conference 2017/Instituto Mídia Étnica, Lorenna Vilas Boas; com a atriz e pedagoga Jú Lourenço; e com a atriz e cantora Emillie Lapa, que faz o pocket show das 17h. Na quinta-feira (23), a psicóloga clínica, transativista voluntária do GGB e mestra em Estudos Interdisciplinares pela Ufba, Carlos Porcino, participa de bate-papo com a administradora e produtora cultural do Coletivo LesbiBahia, Lìvia Ferreira, além da pedagoga e mulher trans Thiffany Odara. Lili Gonçalves faz o pocket show do dia.

No penúltimo dia, sexta-feira (24), o bate-papo é com a modelo plus size Marla Brasil, do coletivo Vai Ter Gorda; Madalena Bispo, a designer MadáNegrif; e o rapper e sócio da Crespossim Salvador, Negro Davi, que também faz o pocket show. Para encerrar o evento, o espaço cultural recebe o Grupo de Capoeira Mangangá, das 14h às 17h.

Já Itaparica, na Região Metropolitana de Salvador, a Biblioteca Juracy Magalhães Jr. expõe, das 8h às 18h, a mostra Procura-se Bonecas Negras, com diversas bonecas de pano que tentam resgatar a identidade negra brasileira.

No Recôncavo Baiano, em Santo Amaro, o Teatro Dona Canô promove nesta segunda (20) a apresentação do grupo UHURU-EBY, sobre a herança dos antepassados através da música. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

Quem estiver em Alagoinhas, no Centro-Norte da Bahia, pode aproveitar, de segunda (20) até quarta-feira (22), a programação do I Circuito de Arte e Cultura Negra do Grupo Cultural Quilombo Andante. O evento terá mesas temáticas, apresentações culturais e exposições de arte.