Educação

Criação da Universidade Federal do Sul da Bahia é aprovada pelo Senado

O texto segue para sanção da presidente Dilma Rousseff

Editoria Notícias & Empregos

Nesta quarta-feira (8), o Senado aprovou a criação da Universidade Federal do Sul da Bahia, que terá sede em Itabuna, um campus em Porto Seguro e outro em Teixeira de Freitas. O texto segue para sanção da presidente da República, Dilma Rousseff.


A previsão do governo é de que as atividades comecem em 2014 e esteja totalmente implantada em 2020. A expectativa é de que a universidade atenda mais de 11 mil estudantes. 


De acordo com a senadora Lídice da Mata (PSB-BA), relatora do projeto de lei que cria a universidade, além da Bahia, a criação da universidade também vai beneficiar o Espírito Santo. Afinal, Teixeira de Freitas faz fronteira com este estado, o que pode atrair alunos capixabas. O projeto de lei tramitou na Câmara como PL 2207/2011 e no Senado como PLC 12/2013. 


A instituição, que terá cursos de bacharelado interdisciplinar, terá um modelo pedagógico que possibilita que alunos de municípios pequenos iniciem esses cursos sem sair de suas cidades, desde que seja instalado um colégio universitário no local. Lídice da Mata afirmou que vai pedir uma audiência pública no Senado para que seja apresentado este modelo.

Uma das inovações desse modelo é que, depois de passarem pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), os estudantes ingressam nos programas de bacharelado interdisciplinar, com duração de três anos. Após a conclusão do bacharelado interdisciplinar, o aluno poderá fazer uma opção mais específica, escolhendo uma carreira profissional.


*Com informações da Agência Senado