Moda e Beleza

Criança pode passar esmalte? Famosa pinta unha de filha e levanta a discussão

Para esclarecer algumas dúvidas dos pais o Moda & Estilo conversou com a dermatologista Lídia Salles

Emília Oliveira (emilia.oliveira@redebahia.com.br)
- Atualizada em


Unhas pintadas, penteados mais elaborados e maquiagem em dia já deixaram de ser assunto de gente grande. Cada vez mais crianças aderem às produções estéticas e tornam-se assíduas dos salões de beleza. As meninas querem se tornar adultas antes da hora, mas cabe aos pais decidir o momento certo de permitir que a vaidade de suas filhas venha à tona.

Ticiane Pinheiro divulgou foto das unhas
pintadas da pequena Rafaella Justus

Se antigamente a brincadeira preferida das garotinhas era pegar sapatos e roupas emprestados da mãe, hoje a moda é usar maquiagem, esmaltes e outros produtos estéticos. Mas é preciso ter muito cuidado. Na noite da segunda-feira, 15, a apresentadora Ticiane Pinheiro divulgou em uma rede social uma foto da mãozinha da filha Rafaela Justus. "Já em casa brincando de manicure com minha princesa!!! Kkkk!", escreveu.


A imagem mostra que a pequena, de apenas três anos, já é adepta dos esmaltes mais chamativos. Até aí, nenhum problema. A ressalva é quando a brincadeira de criança ultrapassa o limite do bom-senso.


Conforme a dermatologista Lídia Salles, membro efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia e Cirurgia Dermatológica, a idade ideal para iniciar qualquer procedimento estético, inclusive aplicação de esmaltes, é 12 anos. "Isso é recomendado porque muitos produtos usados contém princípios ativos tóxicos, como o benzeno, tolueno e balsamo de peru, e alguns desses componentes são alérgicos", explica. Crianças menores não devem pintar as unhas, mas, se isso acontecer, que seja usado um esmalte hipoalergênico e que as aplicações sejam esporádicas.


Veja também:

Esmaltes vendidos em cápsulas estimulam sustentabilidade

Rafa Justus e Vittório Galisteu arrasam no look 'aniversariante'

A dermatologista Lídia Salles
revelou a idade ideal para
começar a pintar as unhas

Desde muito cedo as meninas têm vontade própria, insistem e os pais acabam cedendo. É importante lembrar que até os dois anos a aplicação de esmaltes, mesmo o hipoalergênico, não é recomendada. "Nesse período a criança ainda está na fase oral, então põe muito as mãozinhas na boca. Não é indicado que as unhas sejam pintadas porque elas podem acabar comendo o produto", pondera a doutora.


Quando as meninas começam a frequentar o salão de beleza devem ter seu próprio kit de manicure, com palito, lixa, alicate e esmalte. Mas o recomendado é que nunca se retire a cutícula, apenas excessos, se necessário. "As crianças têm muito contato com sujeira e terra e a cutícula é uma proteção importante", explica a dermatologista.


Outra dica importante é prestar atenção na cor escolhida para a aplicação, pois o corante do esmalte resseca as unhas. Os tons mais escuros ressecam mais e, se aplicados por um longo período, podem deixar as unhas mais frágeis. Mãe de duas meninas, Lídia revela que sua filha mais velha, de 5 anos, já pede para pintar as unhas. "Às vezes permito, mas tenho o cuidado de deixar apenas que ela use esmaltes claros. A mídia massacra muito as crianças com cada vez mais produtos de beleza e elas acabam insistindo. Cabe aos pais ponderar e decidir qual o melhor momento de permitir que suas filhas pintem as unhas", ressalta.

Desde cedo, a pequena Suri cruise, filha de Kate Holmes e Tom Crise, é adepta dos esmaltes coloridos





Siga o Twitter do Moda & Estilo e fique por dentro das novidades do mundo fashion

Veja outras notícias das celebridades no Nem Te Conto

Veja Mais