Campus Party BA

Diário de Bordo: acompanhe o dia a dia de um campuseiro na Campus Party Bahia

Repórter do iBahia acampa no evento de quarta a domingo e conta experiências por aqui

Carla Letícia (carla.leticia@redebahia.com.br)
- Atualizada em

Passar quatro dias acampada em um estacionamento para acompanhar o maior evento de tecnologia do Brasil. Esse foi o desafio que o iBahia me deu para os próximos dias! A Campus Party, além do Lounge e do Kids, também tem muitos outros espaços e atividades para os visitantes e campuseiros. Conhecer esses espaços e viver essa experiência ao máximo, compartilhando através das redes sociais todos os detalhes, é o meu papel por aqui. Querem vir comigo nessa? É só nos acompanhar na hashtag #iBahianaCPBA!

A mais nova campuseira que você respeita

Dia 1

Chegamos aqui na Arena Fonte Nova, local onde acontecerá o evento, por volta das 9h dessa quarta-feira (9). A entrada, como eu já imaginava em um evento dessa magnitude, foi um pouquinho demorada. Centenas de campuseiros já me esperavam na fila quando cheguei, mas quem pensa que o cansaço e o desânimo reinavam está mega enganado... Até um homem-aranha dançarino animava a galera na fila, que já estava mais que ansiosa para a CP. Entre essa galera eu vi gente de Alagoas, São Paulo, Rio Branco. Todos os lugares do país parecem estar aqui! Jovens ávidos por tecnologia, inovação e aprendizado... mas também muita diversão. Em todo lugar ouço música, risada e alegria. Quem diria que a Campus Party também tem curtição??

Minha casa nos próximos dias

O camping, organizado no estacionamento da Fonte, parece um labirinto de tão grande. Quase me perco procurando a minha barraca, mas consegui colher uns novos amigos no caminho. Logo depois vim conhecer um pouco o evento. Muita coisa ainda não está funcionando (inclusive a internet), mas o pessoal não desanimou.
Campus Lounge, espaço do Governo do Estado com a curadoria do iBahia

O espaço aqui do iBahia, o Campus Lounge, é de longe o mais movimentado e desde cedo conta com uma programação de música, jogos e brincadeiras. Aqui parecemos ter tudo o que podemos precisar: restaurantes, local de descanso, banheiros, duchas... Tudo é bastante organizado e a maioria da galera parece que já conhece o lugar há tempos, estão super ambientados. Já eu, tô tentando! Rs Querendo ou não, o estereótipo desse tipo de evento é algo que eu também carregava comigo: nerds, palestras e discussões chatas. Mas tô achando que posso me surpreender, hein... Será? 

Dia 2 

Caminhar, caminhar, caminhar. Esse poderia ser o resumo do meu segundo dia de Campus Party. Nunca imaginei que a Fonte Nova pudesse ser tão grande e tão pequena ao mesmo tempo! Grande porque todos os lugares são super longe, e pequena porque parece que eu sempre estou em todos eles, ao mesmo tempo. Rs 

Camping do CPBA
Para quem tava curioso sobre as acomodações do camping, devo informar-lhes que não são de todo mal, porém, o barulho realmente é a minha maior dificuldade. O saco de dormir super fino e o calor (suportável) não são nada comparado à gritaria da galera durante toda a madrugada. 

Tirando a noite mal dormida, de resto, já estou mais do que ambientada como campuseira. Passo a maior parte do tempo aqui no Campus Lounge, mas hoje conheci também toda a área open do evento, incluindo o Campus Kids. 

A Olimpíada Brasileira de Robótica, que também está acontecendo nessa área, foi uma das atividades que mais me chamou a atenção. Meninos e jovens concentrados e empolgados, apesar de todo o calor e movimento do local, me deixaram impressionada!

Através das redes sociais do iBahia mostrei também a passagem de alguns palestrantes/celebridades por aqui, entre eles o youtuber Rafael Lange, o Cellbit. Eu, que nunca ouvi falar dele, me surpreendi ao ver quanta gente o rede ou para tirar fotos e tietar.

Também assisti à palestra de Marcos Castro, youtuber e criador de um game. Ele e a grande maioria dos convidados que vi até agora me chamou a atenção por tratarem de algo que sempre me interessou: o empreendedorismo. Essa inclusive, é a maior vontade da maioria dos campuseiros que conheci. Todos aqui querem criar alguma coisa ou inovar na sua área. 

Agora estou aqui me preparando para a próxima live, na qual contarei mais um pouquinho sobre ser campuseira! Assista no Facebook ! 


Dia 3 

Personagem animou os campuseiros
durante o Estúdio iBahia

Desde ontem o clima aqui na CP é de pura curtição, principalmente por conta do Estúdio iBahia, que rolou com a banda Attooxxa ontem à noite. Os campuseiros que não conheciam o estilo da banda (uma mistura de música eletrônica com o famoso pagodão baiano), se impressionaram com o show. Foi tão animado que não consigo nem colocar em palavras. Simplesmente vejam o vídeo abaixo no nosso Instagram e não deixem de ver os stories!! 

Sim, o nosso astro homem-aranha se transformou em Flash e caiu na quebradeira! :D A apresentação do Attoxxa começou mais tarde, às 23:30, após a última palestra (que não aconteceu). O criador do grupo FitDance era uma das palestras mais esperadas do dia, mas não subiu no palco. 

 

Já nessa sexta (11),  emoções começaram cedo por aqui. A notícia boa foi que consegui dormir realmente, pela primeira vez desde o início da Campus, mas acordei com um pequeno susto: parece que um colchão de ar explodiu no camping e a zuada foi como a de uma bomba. Todo mundo saiu correndo e os bombeiros vieram desesperados, mas no fim deu tudo certo... Ainda bem! 

Ah! Esqueci de comentar que eles instalaram ventiladores no camping! Acabou o sofrimento com o calor!! Nota 10 para a produção, hein Campus Party? ;) 
Para hoje, o que temos é um rolezinho pela área open, que já pude ver que está lotada, e alguns workshops. Quer vir comigo? 

Dia 4 

Neste último dia, meus amigos, eu sucumbi. O cansaço me pegou de jeito e eu realmente percebi o quanto estou exausta. Meu corpo pediu arrego e as horas sem dormir ou sono mal dormido tiveram seu preço. Ontem à noite eu nem consegui ver o Estúdio iBahia com o Batifun, só para exemplificar... 
Porém, soube que o pocket show foi novamente um sucesso e contou com participação mais que especial de personagens. Perdeu também? Assista aqui no Facebook! 

Hoje de manhã (sábado, dia 13) tivemos a visita de algumas equipes de TV no camping logo cedo, o que nos acordou. Como estamos na reta final do evento, algumas pessoas já começaram a literalmente levantar acampamento. A parte boa disso (além do merecido descanso no horizonte) é que ganhamos uma linda barraca para as aventuras futuras! Sim, ela é nossa! Thank you CP! 

Se posso dizer que tirei alguma lição dessa Campus Party é que o evento realmente é necessário e importante, se não essencial para um grande número de pessoas. Pode ser até que vocês, que entendem do assunto e curtem mais do que eu, já saibam disso, porém, para mim essa constatação foi o maior ensinamento de campuseira. Quem me conhece sabe que eu amo música eletrônica e cultura alternativa, e que o festival Universo Paralello é algo que eu espero o ano inteiro. Invisto, aguardo ansiosamente e me preparo durante muito tempo para ele. Pois bem. A Campus Party é o Universo Paralello para essas pessoas. Conseguiram entender?

Eu não sou ligada em tecnologia, não costumo ir a palestras ou workshops sobre inovação e iniciativas nesse sentido e nem estou familiarizada com as personalidades ou novidades sobre o assunto. Mas entendi que para os campuseiros, que se desgastaram muito fisicamente,
financeiramente e emocionalmente para esta reunião de quatro dias, isso é muito importante. 

Entendido isso, resolvi dar mais para quem não pôde estar aqui. Fiz uma live no Instagram dando um verdadeiro passeio pela área fechada e aberta da CP, tirando inclusive algumas dúvidas do público de Salvador que queriam vir visitar. Quer ver tudinho? Acesse agora no Insta @portalibahia porque o vídeo some em 24 horas!!! 

Apesar de estar indo para casa hoje, ainda tem muita coisa pra rolar até o merecido descanso. Agora mesmo, enquanto assisto à entrevista ao vivo do blogueiro Cid, do Não Salvo, no Lounge, penso se ainda terei forças para estar de pé até as 23h, horário em que teremos o nosso último pocket show da Campus. A banda de reggae Diamba é a última convidada. 

Acompanhe comigo esses últimos momentos da Campus Party no stories!