E. C. Bahia

Duplamente 'mordido', Bahia encara o Flu de Feira

Tricolor terá que mostrar serviço para revidar derrota no clássico e empate na última vez que esteve em Feira de Santana

Vitor Villar do Correio 24h
- Atualizada em

O resultado com o Flu de Feira pela 1ª fase do estadual foi um dos mais difíceis para o Bahia explicar nesta temporada. O Esquadrão, com um homem a mais em campo, deixou a adversário empatar já nos acréscimos da etapa final.

Motivo então para o tricolor ir ainda mais mordido para o duelo deste domingo (16), às 18h30, no Joia da Princesa. ‘Ainda mais’ porque não dá para esquecer que já há uma pressão sobre o grupo comandado por Guto Ferreira por conta da derrota no Ba-Vi do último domingo (9).

Para o lateral-direito Eduardo, no entanto, não dá para comparar o confronto da 1ª fase com o atual: “Cada jogo é um jogo. Agora a situação é outra, de matar ou morrer, bem diferente de um jogo no meio do campeonato”, disse.

“Realmente eles se superaram com um homem a menos e buscaram o empate. Mas como falei, cada jogo é um jogo. Nossa equipe está bem mais forte do que naquela ocasião, mais concentrada, eu até diria que com um futebol mais dinâmico. Mas não vai ser um jogo fácil. Quem errar menos terá o resultado”, completou. 

Sobre a derrota no clássico, que poderia pressionar o tricolor a dar uma resposta neste domingo, Allione diz que ela não passa mais peça cabeça: “Claro que foi um resultado ruim, queremos ganhar o clássico sempre, mas agora temos que olhar para frente e já começar com uma vitória no domingo”, disse.

“Depois, temos o jogo da volta para pensar. Nossa ideia é classificar primeiro para a final do Baiano e só depois pensar nos próximos clássicos com o Vitória (pela Copa do Nordeste)”, completou.

Desfalcado
O tricolor, de fato, terá um time bem diferente daquele da partida pela 1ª fase. No empate em Feira, Guto usou a equipe reserva, seguindo o rodízio que adotou entre o estadual e as demais competições.

Mas isso também não quer dizer que o Esquadrão terá força total. O comandante tricolor pode ter até quatro baixas no time principal.

Os zagueiros Tiago – expulso no Ba-Vi de domingo – e Jackson – com uma lesão num joelho – já estão fora da partida. O volante Edson, com um problema no calcanhar, também é desfalque confirmado. Resta saber se o goleiro Jean, que vinha se recuperando de uma amigdalite mas foi relacionado para a partida, jogará.

Para Eduardo, porém, isso não vai tirar a força da equipe, que vem atuando bem com as peças substitutas: “Jackson já vinha nos desfalcando, e Edson, também. São peças importantes, claro, mas creio que quem vem jogando no lugar deles tem correspondido”.

“Éder, inclusive, eu já elogiei em outras oportunidades. Renê já foi titular da equipe e tem plenas condições de ser de novo. Então não muda muita coisa, não. Quem está entrando ali está dando conta do recado”, finalizou.

Comentários
Veja Mais