E. C. Vitória

Em busca de vaga na Libertadores, Bahia encara o Sport

Tricolor não poderá contar com Renê Júnior, suspenso pelo terceiro cartão amarelo

Bruno Queiroz, do jornal Correio ( bruno.queiroz@redebahia.com.br)

Pela primeira vez na Série A de pontos corridos, o Bahia está disputando um campeonato diferente. Totalmente  livre do risco de rebaixamento, o tricolor, 9º colocado com 49 pontos,  está lutando por uma vaga na Libertadores do ano que vem. Neste domingo (19), às 16h, contra o Sport, o time de Carpegiani fará a primeira de três decisões que terá nessa reta final para tentar conquistar o objetivo.

Vencer em Recife pode colocar a equipe em ótima condição na tabela, com  possibilidade de terminar a rodada até  na 6ª posição, caso Botafogo, Vasco e Flamengo não vençam seus jogos. “Agora a gente já está brigando num outro campeonato, Libertadores, e eu acho que temos grandes chances de conseguir essa vaga,  se a gente fizer um bom jogo lá, em Recife. Tudo vai passar pelo jogo de domingo (hoje)”, acredita o meia Zé Rafael, um dos destaques do tricolor na Série A.

Ciente do desespero do adversário, que briga para fugir da zona de rebaixamento, Zé sabe que o confronto contra o Bahia está sendo tratado como jogo da vida para o Sport. “Para a equipe do Sport, é um último suspiro. Se perderem, vão estar praticamente rebaixados. É o jogo da vida deles. Assim como vai ser o nosso do outro lado, o jogo-chave para a gente buscar essa vaga para a Libertadores”.  
Atualmente, os  sete primeiros colocados se garantem na maior competição da América do Sul. Este grupo, hoje denominado de G7, pode se tornar G8 ou até G9, em caso de título do Grêmio, que está na final da Libertadores e/ou do Flamengo, semifinalista da Copa Sul-Americana.