E. C. Bahia

'Eu me exaltei', admite Guto Ferreira após jogo contra o Santos

Treinador do Bahia foi expulso durante o triunfo por 1x0, na Fonte Nova, pelo Campeonato Brasileiro

Daniela Leone, do Correio 24h (daniela.leone@redebahia.com.br)

O Bahia comemorou no sábado (21) o primeiro triunfo no Campeonato Brasileiro. Na Fonte Nova, o tricolor venceu o Santos por 1x0. O gol foi marcado por Júnior Brumado, aos 49 minutos da etapa final. O atacante revelado no Fazendão começou no banco de reservas e foi mandado a campo pelo auxiliar técnico Alexandre Faganello. Expulso durante o segundo tempo, o técnico Guto Ferreira comemorou o triunfo longe das quatro linhas. Após a partida, o treinador admitiu que exagerou nas reações à beira do campo.

Foto: Felipe Oliveira

"Eu me exaltei, reconheço, numa situação da entrada que o Marco Antônio recebeu. Reclamei com ele (o árbitro) a respeito disso. Na verdade não foi nem com ele. Eu falei que a entrada que o Marco sofreu foi muito forte. Ele mandou o jogo seguir, o Marco caído e os caras puxando contra-ataque. Na minha concepção foi falta. Só que quem apita ele é, né? Aí o quarto árbitro comunicou a ele e me expulsou", relatou Guto. "Fazia bastante tempo que eu não era expulso. Acho que a última foi na Série B. Ano passado passei ileso e, neste ano, estamos quase no meio, mas a gente não é de ferro, às vezes saímos um pouco. É questão de interpretação. Às vezes eles erram, a gente erra", afirmou.


Guto cumprirá suspensão automática e não poderá comandar o Bahia à beira do campo no jogo contra o Atlético-PR, domingo (29), às 16h, na Fonte Nova, válido pela terceira rodada do Brasileirão.