Mundo

Exposição apresenta roupas de mulheres vítimas de estupro

Intenção da mostra é provar que a culpa nunca é da vítima

Agência O Globo

Um vestidinho azul, uma camisa social, um uniforme da polícia. As roupas em disposição no Centre Communautaire Maritime (CCM), em Bruxelas, na Bélgica, poderiam ficar para sempre no guarda-roupa de diferentes mulheres se não tivessem um componente trágico em comum: eram isso que elas estavam usando quando foram vítimas de estupro.


Foto: Divulgação

Com o nome de "O que você estava usando?", a exposição tem um objetivo claro: provar, diante da diversidade de roupas, que este tipo de pergunta, que costuma tanto ser feita às vítimas de violência sexual, não contribui em nada para resolver o problema.

Foto: Divulgação

Nas palavras da Molenbeek, organização responsável pela exposição, a intenção é "criar uma resposta tangível a um dos mitos mais persuasivos da cultura do estupro". De acordo com o jornal britânico "The Independent", a entidade ainda afirma que "a crença de que a roupa que alguém esteja usando 'cause' estupro é extremamente danosa aos sobreviventes".

Foto: Divulgação

A exposição no CCM acontece até o dia 20 de janeiro.