Mundo

Família estuda reconstrução de mama de menina que venceu câncer aos 8 anos

Chrissy Turner é considerada a mais jovem sobrevivente do carcinoma secretor

Agência O Globo
- Atualizada em

(Reprodução: Facebook)
Diagnosticada com um raro câncer de mama quando tinha apenas 8 anos, Chrissy Turner celebra a remissão da doença e planeja a reconstrução do seio mastectomizado. A americana passou por cirurgia em 2015, que retirou o tecido mamário afetado, e pensa agora, dois anos depois, na reconstrução do músculo, às vésperas da puberdade.

Considerada a mais jovem sobrevivente do carcinoma secretor, Chrissy mal tinha idade para comprar o primeiro sutiã quando notou um nódulo na região do peito. Apenas o terceiro médico consultado pela família reconheceu a rara doença. A reconstrução só deve ocorrer na adolescência, mas a família já estuda as opções.

"A parte mais difícil é que ainda veremos como ela vai evoluir. Eu sei que haverá partes da puberdade, conforme ela crescer, que serão difíceis", destacou ao "Daily Mail" a mãe, Annette Turner, responsável por explicar à filha que apenas um dos seios dela cresceria.

Os pais da pequena, Annette e Troy Turner, não desistiram de entender o que a filha tinha dado o histórico médico familiar: ela venceu um câncer na cervical, ele batalhou contra um linfoma de Hodgkin logo após o nascimento da menina. A mãe está curada, mas o pai, a exemplo de Chrissy, está em remissão. Apesar da experiência, Annette conta que a doença "jamais abateu a filha". "Honestamente, com tudo que nós passamos, ela está muito bem. Nós todos tivemos combates com o câncer. Isso realmente nos uniu", explicou a mãe.