Futebol

Publicada em 26/12/2012 às 16h28. Atualizada em 26/12/2012 às 16h53

Família não aprova proposta do Barça e Cassiano vai jogar no Flu


Proposta do clube espanhol não agradou família e garoto continuará no Brasil


Gabriel Rodrigues
(gabriel.silva@redebahia.com.br)
publicidade

Cassiano deve seguir para o Rio no início de 2013

Aprovado no teste do Barcelona, o baiano Cassiano Bouzon, de apenas 11 anos, não seguirá para o clube catalão, pelo menos por enquanto. Quem garante é o pai do garoto, o ex-jogador Francisco, mais conhecido como Tiquinho. Segundo Francisco, a proposta do garoto passar por um período de adaptação sozinho na Espanha não agradou a família, que optou por pela permanência no Brasil. Cassiano seguirá para o Fluminense, clube onde foi aprovado antes de fazer o teste no Barcelona.

"Passamos 20 dias no Barcelona e isso eu não vou me esquecer nunca, mas quando voltamos o Fluminense nos procurou e fez uma boa proposta, bancando toda nossa família no Rio de Janeiro, todos os custos. Eu pensei pelo lado de pai e achei melhor o Cassiano continuar aqui no Brasil. Ele tem apenas 11 anos e o futebol tem altos e baixos. Aqui poderemos acompanhar de perto sua carreira, seus estudos. Lá (Barcelona) ele passaria por um período de adaptação, uma cultura diferente, uma língua, lá eles falam o catalão, e ele é apenas uma criança. Eu não posso pensar apenas na carreira dele como jogador", explicou o pai do garoto. O ex-jogador disse entender como funciona o esporte e prefere pensar no garoto primeiro como filho.

"Eu tenho os pés no chão. Por conta dessas viagens ele (Cassiano) acabou ficando em recuperação em matemática, estamos muitos preocupados. Eu penso primeiro como pai, minha ideia não é ficar exibindo meu filho por ele jogar no Barcelona, ser jogador. Quero acompanhar o crescimento dele. Se ele não se tornar um jogador, ele pode ser um médico ou advogado", disse Tiquinho.

Segundo o artigo 19 do regulamento de transferências de jogadores da Fifa, é proibida a transferência internacional de jogadores menores de 18 anos. Porém, o regulamento abre exceção no caso do jogador estar acompanhado dos pais, e estes seguirem com o filho para o novo país por motivos alheios ao futebol.

Mesmo rejeitando a proposta do clube espanhol, o pai do garoto afirmou que as portas para o velho continente continuam abertas. Isto é, o garoto poderá seguir para equipe da Catalunha no futuro."O Barcelona me deixou muito à vontade para analisar a proposta. As portas não se fecharam, ele pode seguir para lá quando tiver com 13, 14 anos. Mas agora nós já decidimos, ele vai ficar aqui no Fluminense. No dia 4 ou 5 de janeiro eu estarei no Rio de Janeiro para assinar o contrato, junto com Carlos Leite e Coré, que trabalha na empresa Jorge Wagner Assessoria Desportiva. Cassiano despertou o interesse de outros clubes. Um empresário da China e outro da Itália também gostaram do futebol dele", revelou Francisco.

Leia mais notícias de futebol





Tags: Cassiano, Aprovado, Barcelona, Fluminense, Proposta, Garoto
{{ commentsTitle }}
Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Ao comentar o autor da mensagem esta aceitando os Termos e Condições de Uso.
{{comment.username}} {{comment.creation_tstamp*1000 | date:'dd/MM/yyyy - HH:mm'}}
{{comment.comment}}
  • {{comment.dislike_count | number}}
Comentário aguardando moderação
Agenda Cultural