Carros

Fiat anuncia recall de 21,7 mil unidades do Argo devido a problema no airbag

Bolsa inflável do motorista pode falhar ou disparar sem que haja impacto

Agência O Globo

A possibilidade de falha ou acionamento involuntário do airbag do motorista levou a Fiat Chrysler (FCA) a realizar o primeiro recall do Fiat Argo, lançado em junho, nas versões Drive, Precision e HGT. O chamado envolve 21.778 carros, mais de 90% das unidades emplacadas de maio até o começo de dezembro. Os números de chassi envolvidos (não sequenciais) vão de 9BD358A42JYH10115 a 9BD358A9WJYH10215.

No mês passado, um problema na direção hidráulica, com risco de acidentes e até incêndio, levou a Renault a anunciar um recall de cinco modelos, entre eles o novo Kwid.

Segundo comunicado da montadora, um possível rompimento no chicote elétrico do volante do Argo pode fazer o airbag do motorista ser desativado ou, "em casos extremos", abrir sem motivo, "com consequentes danos físicos e materiais ao condutor, aos passageiros e a terceiros". Ainda de acordo com a marca, o chicote pode ser romper por ser esmagado pela cobertura do airbag.

A medida adotada pela FCA é a verificação e o reparo do chicote elétrico e, caso necessário, a troca do volante completo. O tempo estimado para o reparo é de uma hora e a montadora sugere o agendamento prévio do serviço na rede Fiat. O atendimento à campanha começa na próxima segunda-feira, dia 11.

Outras informações podem ser obtidas pelo 0800 707 1000 ou no site.