Carros

Fiat Toro passa pelo quarto recall em dois anos

Convocação é válida para 9,6 mil unidades, modelos 2016 a 2018, com motor a diesel e câmbio manual

Agência O Globo

Lançada em fevereiro de 2016, pouco antes de completar seu segundo ano, a Fiat Toro passa pelo seu quarto recall. O comunicado é válido para 9,6 mil unidades, modelos 2016 a 2018, com transmissão manual de seis marchas (MT6), motorização a diesel e chassis não sequenciais de A50484 a B73045.

De acordo com o comunicado da Fiat Chrysler, o sistema de degeneração de DPF (Filtro Particulado de Diesel) dos veículos afetados pode, com o uso frequente em percursos curtos e a baixa velocidade, apresentar alteração do nível do óleo lubrificante do motor. A variação anormal do nível de óleo pode elevar a rotação do motor, aumentando as chances de acidentes.

Foto: Divulgação

Os veículos inspecionados terão seu óleo do motor e filtro trocados gratuitamente, além da extensão da garantia por mais um ano. Os proprietários receberão ainda uma cartilha com instruções de uso e orientações para evitar problemas. Os agendamentos podem ser feitos em qualquer concessionária Fiat e os reparos duram cerca de quatro horas.

Este foi o terceiro recall convocado pela montadora em 2017. Em abril, a marca chamou os proprietários de 9.343 unidades da versão 2.0 a diesel para inspeção devido a um problema na configuração do sistema eletrônico do motor. Em outubro passado, 223 unidades da versão 2.4 Flex precisaram trocar a central de injeção de combustível do motor. Antes, a Fiat Toro já havia passado por um outro recall, em maio de 2016, três meses após seu lançamento no mercado. O chamado foi para as versões Freedom 4x4, 2.0, a diesel e Volcano 4X4, 2.0 a diesel, ano 2015/2016. Neste caso, foi detectada uma falha na trava do suporte do estepe, que precisou ser substituída em quase quatro mil veículos.