Carnaval

Filhos de Gandhy terá bloco infantil no Carnaval 2018

Afoxé apresentou nesta quarta (23) novidades para a folia, quando desfila três dias

Osmar Marrom Martins, do Correio 24h

O mais antigo e tradicional afoxé do Brasil, o Filhos de Gandy, quer fazer bonito no Carnaval em 2018. Para isso, a entidade reuniu a imprensa nesta quarta (23) em sua sede, no Pelourinho, para anunciar as novidades. Com direito a presença da diretoria e dos cantores Carlinhos Brown, Aloisio Menezes e Gerônimo, que serão parceiros em várias iniciativas. Sobretudo Brown, que saudou a entidade e revelou o tema da associação para a folia:  “Do Cais do Porto para o Mundo”.

O Gandhy desfilará durante três dias de folia, sempre trazendo atrações especiais. Começa no domingo, no circuito Osmar Macêdo (Campo Grande/Avenida), com os cantores Aloísio Menezes, Junior Black e Pedro Coacoia na linha de frente. Neste dia, uma presença aguardada é de Gilberto Gil, que sempre faz questão de sair todos os anos pelo menos um dia no Gandhy.

Na segunda-feira, o afoxé vai para o circuito Dodô (Barra/Ondina) com o cantor e compositor Gerônimo comandando a massa. E para encerrar o Carnaval 2018, o cacique Carlinhos Brown traz o afoxé de volta ao circuito Osmar Macedo (Campo Grande/Avenida).

E as novidades não param por ai. A garotada ganhou um presente com o lançamento do bloco infantil Meu Gandhynho, que vai desfilar no sábado, na Barra, com Brown no comando. "É a renovação do Carnaval pelas crianças", comemorou o artista, que é jurado do The Voice Kids  e que prometeu que “o repertório será pop, com músicas do Gandhy”. Outra boa notícia anunciada pelo presidente do Afoxé Filhos de Gandhy, Gilsoney de Oliveira, foi a ala para cadeirantes, que funcionará durante os dias de desfile.

A parceria entre Brown e o Gandhy começa bem antes do Carnaval. Domingo, dia 03 de de setembro, o afoxé abre o projeto Concha Negra, na Concha Acústica do TCA,  num espetáculo que terá a participação de Carlinhos Brown. O projeto segue até fevereiro de 2018, com apresentações de mais cinco grupos: Muzenza, Malê Debalê, Ilê Aiyê, Cortejo Afro e Olodum.
O Afoxé Filhos de Gandhy foi fundado em fevereiro de 1949, em Salvador,  por estivadores sindicalizados do Porto de Salvador, que integravam o bloco Comendo Coentro. Isso pouco mais de um ano após o assassinato do indiano Mahatma Gandhi (1869-1948). Inspirador da agremiação.