FLICA

Flica reúne autores nacionais e internacionais em mesas que começam nesta quinta (5)

O evento gratuito segue até o domingo (8), na cidade de Cachoeira, e conta ainda com programação infantil

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

A sétima edição da Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica) começa nesta quinta-feira (5) com uma programação variada. O evento gratuito segue até o domingo (8), na cidade de Cachoeira, que está localizada a cerca de 120 km de Salvador.

Mais uma vez, a Flica - junto com a Fliquinha - reúne debates com autores nacionais e internacionais, lançamentos de livros, exposições, contações de histórias, sarau e música. Agora com curadoria do escritor Tom Correia, o evento homenageia o baiano Ruy Espinheira Filho.

(Fotos: Divulgação/ Arte iBahia)

Nesta quinta, na abertura às 15h, o cubano Carlos Moore e Cuti estarão juntos em mesa sobre "Os reflexos do passado ancestral em nossa pele”. Na sequência, às 19h, o professor Carneirinho, Walter Fraga e Tamires Costa estarão na mesa “Os reflexos do passado ancestral em nossa pele”.

A Festa Literária é realizada pela Cali e Icontent e tem patrocínio do Governo do Estado, por meio do Fazcultura, além de apoio do Hiperideal, da Coelba, da Odebrecht e da Prefeitura Municipal de Cachoeira.

Confira a programação completa das mesas literárias:

Quinta, 05 de outubro

Mesa 1 – 15h
“Os reflexos do passado ancestral em nossa pele”
Carlos Moore (Cuba) e Cuti
Mediação: Jorge Portugal

Mesa 2 – 19h
“Penso, falo, canto e sou sua liberdade, Cachoeira”
Professor Carneirinho, Walter Fraga e Tamires Costa
Mediação: Jomar Lima

Sexta, 06 de outubro

Mesa 3 – 10h
“Memória, obsessões e outras matérias-primas da ficção”
Maria Valéria Rezende e Franklin Carvalho
Mediação: Milena Britto

Mesa 4 – 15h
“Intervenções, agitações e desvarios”
Ricardo Lísias e Daniela Galdino
Mediação: Wesley Correia

Mesa 5 – 19h
“A poesia em suas infinitas estações”
Ruy Espinheira Filho – Autor homenageado 2017
Mediação: Mônica Menezes

Sábado, 07 de outubro

Mesa 6 – 10h
“Entre a ficção e a notícia: limites, contrapontos e narrativas possíveis”
Francisco José e Ricardo Ishmael
Mediação: Zulu Araújo

Mesa 7 – 14h
“Verbos implacáveis, surtos criativos, angústias favoritas”
Jout Jout
Mediação: Tia Má

Mesa 8 – 17h
“Escrita de resistência contra quem deseja sufocar a nossa voz”
Minna Salami (Finlândia/Nigéria) e Cidinha da Silva
Mediação: Denise Carrascosa

Mesa 9 – 20h
“A máxima potência que habita as palavras”
Paulina Chiziane (Moçambique) e Elisa Lucinda
Mediação: Lívia Natália

Domingo, 08 de outubro

Mesa 10 – 10h
“A imperdoável capacidade humana de apagar seus antepassados”
Daniel Munduruku e Eliane Potiguara
Mediação: Suzane Lima Costa