Carnaval

Folia caseira toma conta das varandas do Campo Grande durante o Carnaval

Familiares e amigos se juntam e lotam a frente dos apartamentos para ver a festa de perto

Eudes Benício (eudes.benicio@redebahia.com.br)
Publicada em Atualizada em

Para quê sair se a folia está alí, logo na varanda? Comodidade, segurança e vista privilegiada para o carnaval da Avenida, sem pagar nada. As varandas se tornam o metro quadrado mais disputado nos apartamentos que  estão, literalmente, de cara para a farra no circuito da folia no Campo Grande. O olhar pra o alto revela famílias e amigos reunidos para curtir a festa momesca embaixo do próprio teto.

Amigos curtem o carnaval da varanda do apartamento, o "Camarote do Danilo"

"Desde os cinco anos de idade vivo essa rotina no carnaval, aproveitando a festa assim, de casa. Junto os amigos, dividimos a bebida e a comida. A decoração fica por minha conta", disse o estudante de Direito Danilo Tavares, 24 anos, dono da varanda que por seis dias passa a se chamar "Camarote do Danilo".

Apesar de caseiro, o camarote tem organização quase profissional. "Era tanta gente querendo vir, que tive que dividir. Tem uma pulseira pra cada dia. A terça-feira é o dia mais disputado", contou o amigo camarada sobre como faz para não deixar ninguém de fora.

O serviço doméstico é aprovado por quem faz festa na varanda. "É muito bom. Depois que vim a primeira vez pra cá, não parei mais", confessa o publicitário Ivo Machado, 24 anos, que tratou de garantir cedo o lugar na casa do amigo.

Comentários
Veja Mais