Mundo

Funcionário do McDonald's usava McLanche Feliz para vender crack e cocaína

Drogas eram incluídas no McLanche Feliz

Fernando Moreira, da Agência O Globo

Frank Guerrero, de 26 anos, trabalhava no turno da noite em uma filial da rede McDonald's no Bronx, em Nova York (EUA). Mas, na verdade, era tudo um disfarce. Frank ganhava a vida mesmo como traficante.

Foto: Reprodução
E a sua carreira chegou ao fim nesta semana. Policiais se disfaçaram de clientes e deram flagrante em Frank. O traficante usava os pedidos de McLanche Feliz - para viagem - para vender cocaína e crack. A operação policial foi batizada de "Off the Menu" (Fora do Menu). Frank vendeu aos policiais disfarçados o equivalente a US$ 10,9 mil (R$ 34,3 mil) em drogas, em oito ocasiões.
Foto: Reprodução
Câmeras de segurança mostraram Frank, que trabalhava na rede de fast food havia oito anos, preenchendo o saco para viagem com o item que não consta do pedido original. O funcionário também costumava levar drogas até clientes no estacionamento da lanchonete.

Em batida na casa do investigado, agentes descobriram grande quantidade de dinheiro escondido num armário do filho de Frank com Leidy Castillo, com quem ele morava.
Foto: Reprodução
O casal foi indiciado por tráfico de drogas e negligência infantil, de acordo com o "New York Post".