E. C. Bahia

'Ganhar aqui dentro é mais gostoso', vibra Edigar Junio

Tricolor fez a festa no Barradão após conquistar título sobre o Vitória

Gabriel Rodrigues, do Correio 24h
- Atualizada em

Quando o árbitro Raphael Claus apitou o final do clássico Ba-Vi que garantiu o título baiano para o Bahia, os jogadores do tricolor estavam se sentindo praticamente em casa no Barradão. Sob os olhares da torcida rival, única presente no estádio, o Esquadrão levantou o seu 47º título estadual.

Foto: Mauro Akin Nassor / Correio
Autor de um dos gols na decisão, na partida de ida, o atacante Edigar Junio classificou a conquista como histórica. “Isso é histórico. A gente batalha pelo título, mas vencer aqui é mais gostoso. O título foi merecido, não só pelas finais, mas durante o campeonato todos fomos aguerridos, muitos desconfiaram da gente, mas nós nos unimos e está aí a prova de um time unido”, disse o atacante.

Quem também comemorou bastante a conquista foi o meia Vinícius. Pivô das confusões no primeiro clássico entre os dois times, em fevereiro, ele dedicou o troféu aos torcedores, ausentes no estádio dessa vez.

“Tenho que agradecer a Deus, que tem me honrado muito, glorificado. Também aos torcedores, à equipe toda. Agora é comemorar e parabenizar também o rival, o Vitória, que valorizou ainda mais a nossa conquista. Eu desde que cheguei aqui disse que queria entrar para a história do clube e se entra com títulos. Independente de ser campeão aqui dentro, ou em outro lugar, o importante é conquistar títulos”, afirmou.

Já o volante Elton, autor do gol que garantiu o triunfo, aproveitou o momento de euforia para fazer a fama de carrasco do Leão. “Soubemos jogar aqui com inteligência. Todos estão de parabéns. No ano passado eu marquei aqui contra o Vitória pela Ponte Preta, agora pelo Bahia. Espero manter essa sequência de gols contra eles porque esse Ba-Vi mexe com a gente, coisa de outro mundo”, comentou ele, animado.