Bahia

Grupo armado sequestra gerente e assalta banco em Pilão Arcado

Os bandidos obrigaram o gerente a desligar o sistema de segurança do banco, o que impediu o disparo de alarmes durante o assalto

Redação CORREIO (redacao@correio24horas.com.br)
Publicada em

Um grupo de assaltantes fortemente armado assaltou a agência do Banco do Brasil de Pilão Arcado, a 765 quilômetros de Salvador, na madrugada deste sábado (29), após raptar o gerente de serviços da instituição financeira em uma estrada do município que dá acesso a cidade de Remanso.


De acordo com o delegado substituto Ricardo Guerra, responsável temporariamente pela região, o gerente Genildo do Carmo estava a caminho de uma confraternização na casa de amigos na cidade vizinha, a 70 km de distância, por volta da meia-noite, quando foi surpreendido por três homens armados que montaram uma barreira na estrada obrigando o gerente a parar o carro.


Dois homens entraram no carro da vítima e o obrigaram a retornara para Pilão Arcado. Outros bandidos o acompanharam em uma caminhonete também com armas de grosso calibre, segundo o delegado.


O gerente foi conduzido até sua residência, onde pegou as chaves dos caixas eletrônicos do banco, e levado em seguida para a agência do Banco do Brasil. Os assaltantes conseguiram levar todo o dinheiro dos quatro caixas do banco e fugiram levando o gerente como refém. Genildo do Carmo foi deixado a 10 km de distância do local do assalto, no sentido da cidade de Remanso, sem sofrer qualquer tipo de violência.


Ainda segundo o delegado Ricardo Guerra em entrevista ao Correio24horas, os bandidos obrigaram o gerente a desligar o sistema de segurança do banco, o que impediu o disparo de alarmes durante o assalto e pode dificultar a identificação do grupo. Ele acrescentou que a região tem sofrido uma onda de assaltos a banco nos últimos meses. As últimas ocorrências foram registradas nas cidades de Remanso, Pilão Arcado e Campo Alegre de Lourdes.

Comentários