E. C. Bahia

Guto Ferreira garante coração '100%' para a grande decisão

Técnico tricolor que foi ao hospital na última quarta-feira (7) com um quadro de arritmia está totalmente recuperado

Bruno Queiroz, do Correio 24 horas (bruno.queiroz@redebahia.com.br)

Para quem recentemente teve quer ir na emergência de um hospital por conta de um quadro de arritmia, participar de um Ba-Vi que decide um título de Campeonato Baiano não parece ser o mais apropriado. No entanto, ao chegar na sala de imprensa do Fazendão para conceder uma entrevista coletiva, o técnico Guto Ferreira tratou de tranquilizar a todos e garantiu presença na beira do campo neste domingo (8), às 16h, no Barradão. 

Guto garantiu que está com o coração tranquilo para o clássico decisivo (Felipe Oliveira / EC Bahia)

"Não é só um jogo, tive um problema familiar, viajei, não dormi. São coisas que vão acumulando. Está no preço. Não foi nada de mais grave. Já joguei tênis hoje. Agradecer a cada torcedor a energia mandado, aqueles que mandaram mensagens", disse o treinador. Comandante no acesso do clube à Série A em 2016 e no título da Copa do Nordesde do ano passado, Guto almeja agora a conquista do estadual, que ano passado bateu na trave. 

"Só vou falar porque você tocou no assunto, jamais partiria de mim. Ser você pegar o currículo, a carreira nossa, cada ano tem um resultado importante. 2012 com Mogi Mirim, título do interior, 2013 com a Ponte Preta, título do interior, 2014 com acesso da Ponte Preta, 2015 título do interior com a Ponte Preta, 2016 campeão catarinense, 2017 campeão da Copa do Nordeste, acesso com o Bahia, acesso com o Inter. A gente espera marcar também 2018, que a gente possa já, esse título que está tão perto", torce. 

E para superar o maior rival e sair da Toca do Leão com o título, Guto aposta no bom momento que a equipe vive na temporada, principalmente no equilíbrio entre a produção ofensiva e a solidez da defesa. "Principalmente nesse momento, mostrar que o trabalho do ataque vem sendo sólido, e a defesa, nos últimos três jogos, tomou um gol só. Mostra o equilíbrio, a evolução da equipe. Mas esses três jogos já foram jogados. O que vale é o próximo, e é nele que a gente tem que estar com o foco grande, equilibrado e acreditando que a gente pode, de novo, realizar uma grande partida".