Música

Henrique e Juliano defendem música Vidinha de Balada: 'Não vejo abuso'

Maior sucesso da dupla sertaneja é criticado por romantizar relação abusiva

Redação Correio 24 horas

Com mais de 348 milhões de visualizações no Youtube, a música Vidinha de Balada é o maior sucesso da dupla Henrique e Juliano. Apesar de ter sido uma das músicas sertanejas mais executadas em 2017, o hit tem sua letra questionada por diversos grupos, especialmente de mulheres, pelo que eles classificam de romantização de uma relação abusiva. 

No refrão da música composta por Nícolas Damasceno, Diego Silveira, Rafael Borges e Lari Ferreira, os versos:“Vai namorar comigo, sim / Vai por mim, igual nós dois não tem. / Se reclamar cê vai casar também, com comunhão de bens”.

“Não vejo abuso. Eu acho que é o lado engraçado do Henrique e Juliano”, declarou o cantor Henrique ao G1. Em entrevista ao site, durante um show na Paraíba no último fim de semana, a dupla afirmou que trata-se de liberdade artística.

 “Vejo abuso das pessoas quererem julgar o trabalho das outras. Acho que arte é liberdade e quando você tem liberdade, você pode falar sobre o que você pensa, sobre o que você realmente acredita, desde que você não ofenda ninguém”, explicou. Os dois são conhecidos por outros sucessos como Cuida Bem Dela, Flor e o Beija-Flor (feat. Marília Mendonça) e Na Hora da Raiva.

Em resposta aos questionamentos sobre a abordagem da letra, a dupla analisa a música por uma ótica pessoal. “O cara falar ‘eu vim acabar com a sua vidinha de balada’ é porque agora eu quero que a gente viva uma balada juntos, que o cara não saia às vezes sozinho com os amigos para aprontar, e a mulher também”, explicou.