Mundo

Irmãos morrem de penhasco ao espalhar as cinzas da mãe

Os dois foram encontrados por acaso quando a polícia procurava o corpo de um ex-fuzileiro

Agência O Globo
- Atualizada em

Os corpos de um homem e uma mulher foram encontrados no penhasco Dôver, na Inglaterra, no início deste ano.


Foto: Reprodução/ Nationaltrust

Após investigação, as autoridades concluíram que se tratava dos irmãos gêmeos Muriel e Bernard Burgess, de 59 anos. Eles estavam no local para jogar as cinzas da mãe.

Os dois foram encontrados por acaso quando a polícia procurava o corpo de um ex-fuzileiro, também desaparecido no local. Scott Enion, de 45 anos, de Radcliffe, lutou na Guerra do Golfo e sofria de transtorno de estresse pós-traumático. Segundo a polícia, as mortes não estão interligadas.

A mãe de Muriel e Bernard morreu em 2014 e os dois irmãos estavam a concretizar o último desejo da mãe: que as cinzas da matriarca da família fossem espalhadas nos penhascos. “Eles foram encontrados com a urna da mãe. É uma tragédia, mas acho que eles quereriam assim, todos juntos no fim. Era uma família inseparável”, disse um vizinho da família ao “Mirror”.

Veja Mais