Música

Joelma lança primeiro trabalho solo e projeta carreira internacional

Pela primeira vez longe da Calypso, cantora paraense reafirma identidade e mira o exterior. Ivete e Solange Almeida são parceiras em novo trabalho

Carmen Vasconcelos, do Correio 24 Horas

“Cheguei a um momento da minha carreira em que eu achei que já tinha feito tudo, já tinha conquistado tudo. Até na vida pessoal, com meus filhos. Pensei: já deu para mim! Mas Deus veio e disse: ‘Não, garota, vá em frente!’”. É com esse sentimento de superação que a cantora Joelma, 42 anos, lança o novo álbum, 'Avante!'. Primeiro da sua carreira solo desde que se desligou da Calypso, o novo trabalho foi gravado em São Paulo, num palco especialmente montado para a gravação do DVD/CD, no qual uma passarela avança para o público em formato de bota.

Durante a execução das 21 canções que compõem o trabalho, a artista paraense canta, dança com figurinos especiais, participações afetivas, entre elas as baianas Ivete Sangalo e Solange Almeida. “Não quis perder a essência da cultura do Pará, por isso mesmo, nesse trabalho, misturamos um pouco de tudo: tem sertanejo, muita dança e romantismo”, completa a cantora.

figurino cibernético, todo prateado, integra a composição do show com telões de alta definição. A canção Game Over abre o trabalho e serve bem para ilustrar o novo momento de Joelma: a letra que ressalta o fim de uma relação e o fim do jogo. Em seguida, Joelma completa e ataca de   #Partiu.


Numa homenagem a  suas origens, a artista canta Voando pro Pará e os fãs acompanham a viagem do mercado Ver-o-Peso  ao  Mangal  das Garças, da  Estação das Docas ao Point do Açaí, além de serem lembrados de legados gastronômicos e culturais como o  tacacá, a iguaria que mistura camarão e jambu.

O hit Não Teve Amor, de Marília Mendonça, um dos primeiros da carreira solo, também está presente no trabalho. A musa sertaneja assina a autoria das canções Debaixo do Mesmo Céu e de Assunto Delicado. Joelma segue com Chora Não Coração.

A primeira convidada a dividir o palco é Ivete Sangalo, cantando   Amor Novo.  No dueto, uma aconselha a outra a se livrar de um afeto passado com uma receita infalível: o tal amor novo. “Isso é mesmo que chá milagroso / Se você tomar, ele some/ Vai até esquecer o seu nome, diz a letra”.

Por falar em amor novo, a ex-vocalista da banda Calypso assume que está numa nova relação. “Estamos nos conhecendo e quero que aconteça sem pressa, no tempo que tiver que ser”, diz Joelma, referindo-se ao carioca  Alessandro, de 38 anos.


O show segue com Ai, Coração, do hitmaker pernambucano Louro. Vestida em um longo verde, armado e trabalhado em pedrarias, ela recebe outra convidada  especial,  Solange  Almeida, ex-Aviões do Forró. A letra de Mulher Não Chora proclama: (...) Ah, porque mulher não chora/ Pelo contrário, faz chorar/ Então não adianta implorar. Entenderam, rapazes? 

Em cima do salto

Em Avante!, Joelma usa cinco looks, entre eles duas peças de Marcos Brandão, que a acompanha há 15 anos, além das indefectíveis botas altíssimas. “As roupas são um acessório importantíssimo no show porque elas não podem atrapalhar os movimentos, não podem travar no palco, daí minha participação ser muito direta nessas escolhas”, conta, ressaltando que desde criança tem uma energia diferenciada e que isso é um dom.

O segredo, afirma, vem de uma alimentação bem natural e  musculação realizada três vezes por semana. “Mas essa disposição é um dom de Deus, pois desde criança jogava futebol tão bem quanto os meninos e até hoje esse pique é uma característica muito presente”, completa.

De olho no mercado latino, o trabalho traz duas canções em espanhol, Palante e Te Quiero.“No dia da gravação,  senti  ansiedade,  boca  seca,  tudo  ao  mesmo  tempo.  Mas,  depois  que  subi  ao  palco  e  olhei  para  cada rostinho dos meus fãs, me vi no meu mundo e dei o meu melhor”, diz.

Para Joelma, o segredo para conquistar o Brasil e públicos no exterior está nas mãos de Deus. “Saímos com um ritmo regional e ele conquistou o Brasil”, completa a musa do ‘bate cabelo’, referindo-se ao calipso. Antes de finalizar o DVD, ela homenageia  novamente  suas origens.  Com  uma saia de babados que vira um saião de carimbó, encarna a Menina do Requebrado (...) ao som do ritmo característico do Pará.

Com produção musical de Tovinho e direção geral da  Fonttes Promoções, o DVD rendeu à cantora o gostinho de se achar plena. Para o futuro, Joelma pretende levar o Avante para os Estados Unidos e Cabo Verde. 

Recomeços

Joelma retoma a carreira depois de uma separação polêmica do parceiro e marido, idealizador da banda Calypso, Cledivan de Almeida Farias, o Ximbinha. O casamento durou 18 anos e da união nasceram dois filhos, Yago e Yasmin. Joelma também é mãe de Natália Sarraff, de um outro relacionamento. Os três cantam com ela na canção O  Amor  de  Deus,  composta por Michael Sullivan e Carlos Colla.

A separação do casal ocorreu em agosto de 2015, mas a cantora permaneceu no grupo até dezembro do mesmo ano, finalizando os compromissos e shows. “Naquele momento eu não queria estar ali e fui forçada a estar ali. A mulher que passou o que eu passei sabe que a gente quer estar só, distante de todo mundo para estravasar”, afirmou, em março de 2016, quando se lançou em carreira solo. 

Com a banda Calypso, Joelma conseguiu romper essa fronteira entre as regiões do Brasil. O grupo vendeu mais de 15 milhões de discos em todo o país. Para ela, há ainda muito a ser descoberto no Pará. “As pessoas têm resistência para aceitar o novo, é preciso coragem”, completa.

Comentários
Veja Mais