Salvador

Ladrão armado invade clínica e faz reféns na Pituba

Outros dois ladrões que participaram da ação conseguiram fugir

Redação Correio 24h, com informações de Hilza Cordeiro =

Três ladrões invadiram uma clínica dermatológica na Pituba na tarde desta quinta-feira (18) e fizeram pacientes de refém com a chegada da Polícia Militar ao local. Um dos bandidos se entregou depois de exigir a presença da imprensa e da mãe no local, na Avenida Paulo VI, uma das principais vias do bairro. Outro suspeito também foi preso e um terceiro fugiu.

Mais de dez pacientes estavam na clínica no momento, além de funcionários. O trio entrou atraído pela bolsa de uma mulher e logo anunciou o assalto. A médica Maria Luiza Pinheiro estava em um dos consultórios quando ouviu um barulho vindo da sala. "Eu saí para ver é um deles já veio na minha direção. Então eu voltei e tentei fechar a porta, aí ele empurrou com tudo e bateu no meu rosto", narrou. A pancada deixou um ferimento próximo a sobrancelha dela.

O motorista particular Jorge Farias, 46, foi até a clínica para levar um cliente para atendimento. Ele foi feito refém já na porta do estabelecimento, quando um dos assaltantes se deu conta da chegada da polícia. "Ele chegou gritando que era um assalto e foi pegando os pertences de todo mundo. Na saída, ele colocou a arma no meu pescoço. Eu fiquei muito calmo. Nessas horas, o nervosismo só piora. Eu e o assaltante nervosos não ia prestar", contou ao CORREIO.

Segundo testemunha, um dos ladrões estava bastante agressivo e gritava que ia "acabar com a cabeça de todo mundo, esfacelar" todos. Enquanto um dos bandidos ficou no local mantendo as pessoas reféns, os outros dois fugiram. Um deles, usando um veículo Fox, acabou chamando atenção da polícia e sendo preso perto do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) por estar na contramão. Ele abandonou o carro e tentou fugir, mas acabou capturado.

A clínica resolveu suspender as atividades por hoje.  Os presos em flagrante foram levados para a 16ª Delegacia (Pituba).  As buscas continuam pelo terceiro envolvido.

Veja Mais