70 Anos de Petróleo

Publicada em 12/03/2012 às 15h50. Atualizada em 12/03/2012 às 16h03

Linha do tempo: Do Império à descoberta do campo comercial de petróleo


Através da Linha do Tempo, o público pode conhecer os caminhos percorridos do petróleo no Brasil.


Raiane Veríssimo
publicidade

A linha do tempo resgata a história do petróleo em terras brasileiras. Confira:

 

1858 – José de Barros Pimentel e Frederico Hamilton SouthWorth obtêm concessões para pesquisar substâncias betuminosas e carvão às margens dos rios Maraú e Acaraí, na região baiana de Camamu

1859 – Descoberta oficial de petróleo no mundo, na região de Titusville, na Pensilvânia (EUA), pelo coronel Edwin Drake
         – Indícios de material betuminoso são encontrados na Península de Itapagipe, em Salvador, pelo engenheiro britânico Samuel Allport, durante as obras de construção da estrada de ferro “Bahia and San Francisco Railway”

1886 – Criação da Comissão Geográfica de São Paulo

1889 – Decretação do regime de acessão, em substituição ao regime de propriedade dominial

1897 – O empresário Eugenio Ferreira de Camargo empreende a primeira exploração petrolífera na região de Bofete (SP)

1906 – Comissão Geográfica e Geológica realiza perfurações em Guareí (SP)

1907 – Criação do Serviço Geológico e Minerológico do Brasil (SGMB) na estrutura do Ministério da Agricultura, sob a liderança do geólogo norte-americano Orville Derby

1915 – Lei Calógeras reduz o poder do proprietário do solo sobre as riquezas do subsolo

1918 – Início das pesquisas oficiais de petróleo pelo SGMB, em Alagoas

1919 – Primeira sondagem de petróleo do governo brasileiro, executado pelo SGMB na região de Marechal Mallet (PR)

1921 – Lei Simões Lopes amplia o poder do Estado sobre os recursos minerais

1927 – Governo do estado de São Paulo cria o serviço de Pesquisa de Petróleo

1932 – O engenheiro Edson de Carvalho anuncia a existência de petróleo na região de Riacho Doce (AL) e cria, com o escritor Monteiro Lobato, a Companhia Petróleo Nacional

1933
– Criação do Departamento Nacional de Pesquisa Mineral (DNPM) na reforma do Ministério da Agricultura
         – O engenheiro Manuel Ignácio Bastos e o empresário Oscar Cordeiro anunciaram a coleta de amostras de óleo na região de Lobato, no Recôncavo baiano

1934 – Criação do Código de Minas restabelece o critério de interesse público para a exploração de minas e jazidas
        
– Constituição de 1934 incorpora princípios da nova legislação mineira
       
– Monteiro Lobato, à frente da Companhia Petróleo do Brasil, perfura na região de Araquá (SP) e critica a ação oficial

1936
– O químico Silvio Fróes Abreu, o geofísico Irnack Carvalho do Amaral e o geólogo Glycon de Paiva, com o patrocínio do empresário Guilherme Guinle, pesquisam o Recôncavo, publicam os resultados e propõem um plano de trabalho para a área
       
– A comissão externa que coordena o inquérito sobre o petróleo sugere ao governo realizar pesquisas no Recôncavo

1937 – O governo federal, através do DNPM, inicia sondagens oficiais em Lobato (BA)
        
– Constituição de 1937 determina regulação da nacionalização progressiva das jazidas minerais

1938 – Decretos federais estabelecem política nacionalista para o petróleo
      
  – Criação do Conselho Nacional do Petróleo (CNP)

1939 – Descoberta oficial do petróleo no Brasil, em Lobato (BA)

1941 – Descoberta do campo comercial de Candeias, no Recôncavo baiano

 
       





Tags: 70 anos do Petróleo, História, Linha do Tempo, Petróleo
Agenda Cultural