Mundo

Mulher morre após atender celular que estava carregando

Jovem teve ferimentos na mão esquerda, na perna esquerda e no peito e ficou inconsciente logo após a explosão

Agência O Globo

Uma jovem de 18 anos morreu quando falava ao celular com um parente no vilarejo de Kheriakani (Índia). De acordo com o "Metro", a bateria explodiu repentinamente, quando Uma Oram falava e recarregava o aparelho.

Uma Oram não resistiu à explosão do celular Foto: Reprodução/Twitter

Uma teve ferimentos na mão esquerda, na perna esquerda e no peito e ficou inconsciente logo após a explosão. Levada a um hospital próximo, ela não resistiu aos ferimentos.

A imprensa local disse que o celular se trata de um Nokia 3310 (ou 5233), mas a empresa que fabrica o aparelho, a HMD Global, negou que o smartphone tenha sido produzido pela companhia finlandesa, que se reestruturou dois anos atrás para ganhar mais competitividade.

Aparelho danificado por explosão Foto: Reprodução/Twitter(

"O celular em questão não foi manufaturado ou vendido pela HMD Global, a nova casa dos telefones Nokia, criada em 2016 para desenvolver uma nova linha de aparelhos", explicou a empresa ao "Financial Express".

A polícia de Odisha investiga o caso. Suspeita-se que o aparelho seja falsificado.