Música

Neojiba recebe maestro russo Maxim Vengerov em apresentação no TCA

O maestro e violinista russo escolheu a Orquestra Juvenil da Bahia para se apresentar como regente pela primeira vez no Brasil

Redação iBahia (agenda@portalibahia.com.br)
- Atualizada em
O Maestro Maxim Vengerov vai atuar como regente
pela primeira vez no Brasil (Foto: Divulgação)

O maestro e violinista Maxim Vengerov realiza nesta quarta (4), às 20h, um concerto especial no Teatro Castro Alves com a Orquestra Juvenil da Bahia, principal grupo orquestral do Neojiba (Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia). Vengerov regerá a Sinfonia Fantástica de Berlioz e tocará como solista o Concerto em Ré Maior para violino e orquestra de Tchaikovsky. O concerto contará ainda com Carlos Prazeres como regente convidado e com a participação especial de músicos da Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba).Esta será a primeira vez de Vengerov na Bahia. Para o maestro e pianista Ricardo Castro, diretor fundador do Neojiba, este concerto será uma oportunidade única para a formação dos integrantes da Orquestra Juvenil da Bahia, que já se apresentaram com as grandes pianistas Martha Argerich, em Milão e Roma, e Maria João Pires, em Genebra e Berlim. “Nossos meninos sairão ainda maiores desse encontro excepcional, pactuando mais uma vez com nossa meta de excelência. Continuaremos lutando para oferecer oportunidades únicas a todos, sem exceção, e para que o Neojiba continue sempre sendo um programa de e para todos nós”, afirma Castro. Maxim Vengerov nasceu na Sibéria Ocidental, em 1974, e começou a tocar violino aos quatro anos de idade. Aos cinco, ele já dava recitais com peças de Paganini e Tschaikovsky. Aos oito anos, a técnica de Maxim equiparava-se a de um violinista profissional e ele memorizava peças inteiras com enorme rapidez. Com 10 anos ele ganhou o concurso Junior Wieniawski Competition, na Polônia. Aos 12 já dava concertos pela Europa e Japão e fazia gravações.Em 2007 ele se começou a ser regente, função à qual dedicou-se integralmente por três anos. Na sua exitosa trajetória, Vengerov gravou mais de 20 CDs solos além de concertos gravados, todos muito bem recebidos no universo da música de concerto. Entre as gravações, destacam-se um CD com o maestro e violoncelista Mitslav Rostropovich (1927-2007) e outro com o pianista e maestro Daniel Barenboim, então maestro da Chicago Symphony Orchestra e seu mentor musical. Os ingressos para a apresentação da Orquestra Juvenil da Bahia custam R$ 180/R$ 90 (filas A a I), R$ 120/R$ 60 (J a P), R$ 40/R$ 20 (Q a Z) e R$ 20/R$ 10 (Z1 a Z11).


Veja Mais