Salvador

Nova via na LIP terá 1,3 km de extensão; obras têm duração de 50 dias

Primeiro dia das interdições teve trânsito lento na região

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Quem passou pelas avenidas Luiz Viana Filho (Paralela) e Antônio Carlos Magalhães (ACM), nesta segunda-feira (9), já começaram a sentir um tráfego intenso de veículos por causa das obras para a construção da nova via expressa que vai ligar as avenidas. As interdições de duas vias foram efetuadas e devem durar 50 dias.

Foto: Divulgação/ Bruno Concha/ Secom

De acordo com a Prefeitura, a nova via expressa terá aproximadamente 1,3 km de extensão e vai ligar o final da Paralela – para quem segue rumo ao Centro – até a entrada do viaduto Raul Seixas. O acesso será feito exclusivamente nas faixas 1 e 2, à esquerda da via, localizadas nas imediações da concessionária Grande Bahia.

As mudanças também atingirão outros destinos. Os motoristas que desejam seguir para a avenida Tancredo Neves deverão seguir pelas faixas 3 e 4 e, se o destino for a Avenida Mário Leal Ferreira (Bonocô), as opções serão apenas as 5 e 6. Quem parte do bairro de Pernambués terá duas faixas de saída: uma para a Avenida Tancredo Neves, que passará por baixo da via expressa e outra sentido Bonocô. 

Foto: Divulgação/ Bruno Concha/ Secom

O superintendente da Transalvador, Fabrizzio Muller, informou que a via expressa vai evitar entrelaçamentos de veículos da marginal da alça de saída da Avenida Luís Eduardo Magalhães para a pista principal, além de melhorar a mobilidade em toda a região.

As obras do novo sistema viário ocorrerá em cinco fases. Inicialmente, está sendo realizado o isolamento de uma faixa no final da Paralela e de duas faixas da Avenida ACM no sentido Centro para alargamento da via, redução do canteiro central e execução de um muro de contenção, que permitirá o nivelamento da pista marginal, acrescentando nova faixa de rolamento. Segundo a Prefeitura, em seguida, haverá nivelamento da pista expressa, mais à esquerda, sentido Centro. Por fim, será feita a sinalização horizontal e vertical para a liberação definitiva do tráfego na via expressa.


Veja Mais