Salvador

Novas pistas e retorno devem desafogar trânsito da região do Jardim dos Namorados

Obras duraram quatro meses e devem reduzir tempo de deslocamento na Orla

Raquel Saraiva, do Correio 24h

O gargalo no trânsito enfrentado por quem trafega para a avenida Manoel Dias a partir da avenida Magalhães Neto ou da avenida Octávio Mangabeira tira os moradores e frequentadores da região do sério - mesmo nos finais de semana. A partir desta  quarta-feira (11) mudanças viárias na região devem melhorar o tráfego para os cerca de 13.500 veículos que circulam diariamente pela região - incluindo 30% de toda frota de ônibus de Salvador, segundo a Transalvador. As mudanças afetam diretamente o fluxo nas avenidas Magalhães Neto e Octávio Mangabeira, e na rua Fernando de Menezes Góes e adjacências.

Foto: Almiro Lopes/CORREIO
As obras foram coordenadas pela Secretaria de Mobilidade (Semob) e inauguradas na tarde desta quarta-feira pelo prefeito ACM Neto “Conheço bem essa região. A cidade foi crescendo, foram se sucedendo escolas, bares e restaurantes e houve um colapso [no trânsito]”, afirmou o prefeito. A modificação durou quatro meses, custou em torno de R$ 2 milhões e é parte do eixo Investe do programa Salvador 360.

Dentre as intervenções viárias inauguradas hoje, foram construídas mais quatro faixas de tráfego na av. Octávio Mangabeira, entre o Caranguejo de Sergipe e a entrada da Manoel Dias da Silva, no local onde antes havia um bolsão de estacionamento. Além disso, quem deseja voltar para o sentido Itapuã trafegando via orla deve retornar na entrada da Manoel Dias, e não mais no retorno que ficava próximo ao restaurante Cubanakan (antigo Bambara), que foi fechado.

As intervenções também incluíram modificações como implantação de novos semáforos, sinalização e pavimentação. De acordo com a Transalvador, agentes de trânsito e painéis de localização devem orientar os motoristas sobre as alterações na região.

Expectativas
Quem trafega pelo local se animou com as mudanças. O caminhoneiro Luís Carlos Calmon Santos, de 47 anos, costuma fazer entregas na região “Acho que vai melhorar bastante o trânsito do Costa Azul para cá”, ele diz, se referindo ao trecho da orla entre o Costa Azul e a Pituba.

Os comerciantes que margeiam as novas pistas também aprovaram o resultado das obras “Agora as pessoas vão ter que passar aqui na frente, o movimento deve aumentar. Até moradores vizinhos daqui não conheciam a loja porque só passavam na rua de trás”, explica Aiane Lima, assistente da Fellini Panetteria, se referindo à rua Fernando de Menezes Góes, por onde o fluxo era obrigatório para quem seguia para a Manoel Dias no sentido Amaralina. “Agora os carros passam por aqui e também ganhamos um estacionamento bom”, acrescenta Jucilene Mascarenhas, gerente do Boteco do Caranguejo.

De acordo com José Hage, coordenador da Transalvador, o tempo gasto no trânsito entre a Pinto de Aguiar e a Octávio Mangabeira deve ser reduzido quase pela metade "Antes a gente levava cerca de 50 minutos nesse trecho em horário de pico, esperamos uma redução de pelo menos 20 minutos". Ele  afirma ainda que o engarrafamento da marginal da avenida Magalhães Neto deixe de existir após as obras.

Mais modificações no trânsito
O prefeito anunciou também o recapeamento asfáltico da Rua Amazonas, obra orçada em R$ 941.524,98. A obra foi a mais votada para a Pituba no programa Ouvindo Nosso Bairro “Eu assumi um compromisso de que a obra que ficasse em primeiro lugar na consulta popular de cada bairro seria autorizada pela prefeitura”, explicou o prefeito. Por meio de voto popular, o programa municipal escolhe desde 2015 as intervenções urbanas a serem realizadas na cidade. A edição de 2017 do programa  recebeu 73 mil votos de moradores dos 163 bairros de Salvador por meio do celular, tablet e computador.

Duas intervenções viárias estão sendo realizadas nos bairros do Imbuí e São Cristóvão e devem ser inauguradas nos próximos meses. Uma das obras, no bairro do Stiep, já foi inaugurada para facilitar o tráfego de motoristas para a orla via Centro de Convenções. As três também fazem parte do programa Salvador 360 Investe.

IPTU
O prefeito ACM Neto disse que as intervenções que vem fazendo no trânsito da cidade foram pagos com recursos da prefeitura adquiridos também através de arrecadação com o IPTU. Sobre o adiamento do julgamento das  Ações Diretas de Inconstitucionalidade (Adins) contra o aumento do Imposto sobre a Propriedade Predial Urbana (IPTU) de 2013, Neto falou “Eu confio na justiça. Tenho certeza que quando essa matéria for definitivamente apreciada, o tribunal vai levar em consideração que a prefeitura vem fazendo pela cidade, sobretudo nas áreas que mais precisam”, afirmou o prefeito. O pedido seria julgado nesta quarta-feira (11), mas foi adiado pela quarta vez após um dos desembargadores pedir vistas do processo.

Entenda as principais mudanças:
Para quem parte de Itapuã em direção à av. Magalhães Neto, sentido Rio Vermelho:
Foram construídas mais quatro faixas na Avenida Octávio Mangabeira (orla), no trecho entre o Caranguejo de Sergipe e a entrada da Avenida Manoel Dias da Silva. Os  motoristas que trafegam pela Octávio Mangabeira possam seguir direto para a Manoel Dias, sem precisar passar pela Rua Fernando de Menezes Góes (onde fica localizado o Colégio Integral) - agora passa pela frente do caranguejo da Bahia.

Para quem quer voltar para a av. Octávio Mangabeira no sentido Itapuã:
O retorno deve ser feito não mais em frente ao antigo Bambara (atual Cubanakan), mas próximo ao posto de gasolina da rua Fernando de Menezes Góes - esse novo retorno também deve ser utilizado por veículos advindos da Magalhães Neto. No novo retorno, o motorista que seguir para a Manoel Dias deve aguardar no semáforo e quem for para o Costa Azul tem a esquerda livre.