Novelas

'O outro lado do paraíso': Vinícius morrerá depois de ser esfaqueado na prisão

Tudo começará depois que ele for condenado por ter abusado de Laura (Bella Piero)

Rafaela Santos, da Agência O Globo

Vinícius (Flavio Tolezani) morrerá depois de ser esfaqueado na prisão nos próximos capítulos de "O outro lado do paraíso". Tudo começará depois que ele for condenado por ter abusado de Laura (Bella Piero).

Foto: Reprodução/TV Globo
Quando já estiver no presídio, o delegado receberá orientações do diretor da instituição.

- Há um código não escrito neste lugar. Molestadores, estupradores não vivem muito aqui dentro - dirá o homem, que continuará. - Tem formação universitária. Vai ficar numa cela com outros que cometeram crimes semelhantes, que provocam o ódio dos prisioneiros. Nunca saia. Não vamos poder garantir sua integridade física.

- Nem tenho direito a banho de sol? - questionará o marido de Lorena (Sandra Corveloni).

O diretor dirá que sim, mas recomendará que ele tome cuidado:

- Prepare-se. A essas horas, a notícia da sua chegada e o motivo da pena já se espalharam entre os detentos.

Quando Vinícius estiver sendo levado para a cela, os outros presos baterão canecas nas grades e gritarão:

- Estuprador. Vai morrer. Vai morrer.

Num outro dia, ele aparecerá dizendo que não aguenta ficar o tempo todo em local fechado e resolverá sair para o banho de sol. Quando chegar ao pátio, encontrará os detentos de outro pavillhão jogando futebol.

- Olha ele lá - dirá um deles.

- Começa a briga - ordenará outro homem.

Os criminosos vão armar uma confusão para atrair os policiais, que deixarão de fazer a guarda do grupo de Vinícius. Neste momento, um presidiário se aproximará dele o esfaqueará:

- Maldito! Estuprador.

Um agente correrá até Vinícius e verificará o pulso.

- Tá morto - constatará.

Numa próxima sequência, a família será avisada.

- O Vinícius foi assassinado na prisão. Não é pra se admirar. Quem é preso pelo que ele fez costuma entrar numa espécie de lista negra dos outros presos. Sinto muito - informará Rafael (Igor Angelkorte).

- É horrível - afirmará Laura.

- É horrível, sim. Porque, apesar de todo aquele julgamento, apesar de tudo o que ele te fez, minha filha, agora que ele morreu. Dói. Muito. Fui casada com esse homem tanto tempo. Durante todos esses anos, eu o coloquei num pedestal. Agradecia, imagine, por ele ter se casado comigo. Tão bonito, e eu mais velha. Agora, depois desse processo horroroso, ele está morto - lamentará Lorena.